Lizz Wright

Apresenta “Dreaming Wide Awake” em Lisboa.

Lizz Wright é uma das mais recentes revelações do universo do jazz norte-americano. Um “talento em ebulição”, segundo a crítica. Apontada pela People Magazine como possuidora de “uma das mais promissoras vozes do ano”, aquando da sua estreia com o álbum “Salt” (2003), a jovem cantora traz este ano a público o seu novo disco, “Dreaming Wide Awake” – a nova aposta da editora Verve. Dia 23 de Julho, Lizz vai actuar ao vivo no Centro Cultural de Belém (CCB), em Lisboa.

Com apenas 24 anos e dois albúns publicados, Lizz vem a Portugal para uma pequena digressão ao longo de todo o mês de Julho, apresentando espectáculos em algumas cidades do Norte e terminando com o concerto no pequeno auditório do CCB.

Nascida na Geórgia rural, a jovem cantora viu rapidamente a sua música ser elogiada desde o lançamento do seu primeiro disco, “Salt”, sendo agora comparada a grandes nomes do panorama musical como Cassandra Wilson, Oleta Adams e Jill Scott.

Filha intermédia de três irmãos, o seu pai era pastor da Holiness Church e a sua mãe organista da Igreja. Lizz Wright cresceu acompanhando os seus pais nas viagens rumo ao sul e cantando juntamente com eles. Até aí desconhecida, foi em Julho de 2002 que o seu talento emergiu do anonimato para deslumbrar aqueles que a ouviram no Chicago Orchestra Hall, onde deu um conjunto de espectáculos em homenagem a Billie Holiday. A partir de então, tem andado em digressão com grandes músicos, como Ray Charles, Al Green, Al Jarreau ou The Neville Brothers.

Em “Dreaming Wide Awake”, Wright corrobora a sua vocação para a música, num registo que ultrapassa as fronteiras do jazz e se combina com soul, pop, gospel e R&B. Além disto, recupera a tradição do cantor-compositor, sendo autora ou co-autora de três dos doze temas que compõem o álbum, numa clara demonstração do seu “fantástico talento para escrita” (LA Times).

O disco inclui também versões de temas originais de Neil Young («Old Man»), Fats Waller, The Beatles («A Taste Of Honey»), Madonna («Stop») e Herb Alpert’s Tijuana Brass, que, interpretadas por Lizz Wright, adquirem o inevitável tom suave e calmo característico da sua voz.

Lizz gravou “Dreaming Wide Awake” nos Allaire Studios em Woodstock, Nova Iorque, com produção de Craig Street, conhecido pelo seu trabalho com um vasto grupo de cantores como Cassandra Wilson, k.d. lang e Me’Shell NdegéOcello. Colaboraram também com Lizz Wright músicos nova-iorquinos de renome como Jesse Harris (compositor que ganhou um Grammy por «Don’t know away» de Norah Jones), o guitarrista Bill Frisell, Mark Anthony Thompson (aka Chocolate Genius), o teclista dos Ollabelle (Glenn Patscha), Toshi Reagon, entre outros.



Também poderás gostar


Pin It on Pinterest

Share This