rdb_manhas3_header

Manhãs da 3

Afinal, o que se passa no estúdio 21, da antena 3, durante a emissão das Manhãs da 3? Do que se fala durante o tempo em que os microfones se desligam e a rádio nos dá música? Nada como bater à porta do estúdio para saber. E não é que a porta se abriu?

Diogo Beja, Jorge Botas, Joana Marques, Luís Franco Bastos e Serginho são os membros da equipa Manhãs da 3 e animam as manhãs da Antena 3 há cerca de um ano. De vez em quando, recebem a visita (e a benção) do Todo Poderoso, Daniel Leitão, bem como de Mário Augusto (Cinemax). O Carneiro Amigo, José Nunes, é presença assídua com a sua Linha Avançada.

Desde há 9 anos que Jorge Botas não sabe o que é outra coisa senão acordar de madrugada, pelas 4h30m, 5h: «Como em qualquer trabalho, tens que gostar disto para manter o ritmo e este horário matinal». Confessa que no inverno custa mais, mas é a paixão pelo que faz  (e o despertador!) que o acorda, de segunda a sexta feira. É o primeiro da equipa a chegar: «Há uma rotina diária, essencial para começarmos a emissão: verificar se há cadeiras e equipamentos para todos – sim, são pormenores muito importantes. Procuro a informação sobre a metereologia para que o Diogo a tenha disponível assim que chegue».

À chegada ao estúdio 21, Diogo Beja,  toma conta do alinhamento, assumindo “os comandos” da emissão. Botas passa a maior parte do tempo num  posto de apoio, em frente ao estúdio, onde é responsável pela edição dos sons da Linha Avançada, está atento às chamadas dos ouvintes que pretendem partilhar  as “más informações de trânsito”, bem como às chamadas referentes aos passatempos. Ao mesmo tempo, acompanha o alinhamento da emissão, que escuta com atenção: caso aconteça  algum problema técnico que a equipa, no estúdio, não consiga resolver, é Botas que “apaga o fogo”. Ouvimos a sua voz quando partilha as informações de trânsito.

Por volta das 8h25m entra no ar a rubrica Outra Coisa, da responsabilidade de Filipe Homem Fonseca e Luís Franco Bastos. É Luís quem assume as vozes das personagens – no dia da nossa visita, quem “entrou no ar” foi o primeiro-ministro, Passos Coelho. Joana e Diogo colaboram na rubrica e garantimos que o seu entusiasmo é verdadeiro e que se arriscam a tornar-se grandes actores.

«Eu tenho o pior feitio», admite Diogo Beja. Mas todos são unânimes: gostam de trabalhar em conjunto, até mesmo o Franco Bastos com o Serginho – que existe, não é uma voz inventada pelo  membro do Lx Comedy Club.

Serginho entra no ar com a rubrica Não digo nomes, onde disserta de forma profundamente filosófica sobre tudo um pouco (e algo mais!)  – mas sempre sem dizer nomes, claro.

Pelas 9h30m entra no ar o +/- dois minutos, da Joana Marques. No dia da nossa visita foi feita uma análise científica e cuidada a alguns dos (hilariantes) hinos das autárquicas. Nos intervalos da emissão – sim, enquanto nós ouvimos música –  a equipa adianta trabalho para o dia a seguir ou para o programa de domingo. «Amanhã temos que fazer o fim de semana»- dizia  Joana a Diogo.

Tudo isto acontece debaixo do olhar atento do Papa Francisco, cuja fotografia se encontra no estúdio, abençoando os momentos de humor que provocam a boa disposição de quem, do “lado de cá” está sintonizado na Antena 3.



Também poderás gostar


Existe 1 comentário

Add yours

Post a new comment

Pin It on Pinterest

Share This