library

Mão Cheia de Livros

Semana #46

murakamiComeçamos por uma reedição, no caso de “Norwegian Wood (Casa das Letras), uma das obras maiores de Haruki Murakami, cuja primeira edição nos remete para o final da década de 1980, e que revelaria o escritor japonês com um dos mais reconhecidos autores no universo da ficção contemporânea. A trama, comparada por muitos com o clássico “À Espera do Centeio” de J.D. Salinger, leva-nos para a conturbada década de 1960 e dá-nos a conhecer um pouco da vida de Tōru Watanabe, executivo de 38 anos que é transportado à sua juventude quando se prepara para aterrar no aeroporto de Frankfurt e ouve «Norwegian Wood», conhecido tema dos Beatles. A perda, a paixão e a descoberta do amor, assim como a música e os livros são algumas das direções apontadas por Murakami.

bowieNum ano particularmente marcado pela morte de algumas figuras incontornáveis da cultura mundial, o universo musical, em particular, ficou definitivamente mais pobre. David Bowie foi uma dessas personalidades e “Bowie, Uma Biografia Sentimental” (Esfera dos Livros), de Wendy Leigh, traça uma tangente à vida do multifacetado artista britânico, enquanto homem, artista, amante e marido, levando o leitor até aos meandros da música das últimas décadas, um mundo carregado de drogas, liberdades, emoções e muito talento.

sangueinfernal

 

Para os amantes de thriller, destacamos “Sangue Infernal” (Bertrand Editora), de James Rollins e Rebecca Cantrell, o aguardado final da trilogia que começou com “O Evangelho de Sangue” e continuou em “Sangue Inocente”, que nos devolve a eterna luta entre a sombra e a luz, a salvação e a condenação. No centro da ação estão, mais uma vez, o trio composto por Jordan Stone (especialista em medicina forense), Rhun Korza, (sacerdote do Vaticano) e Erin Granger, (arqueóloga). Juntos irão procurar um tesouro perdido há milénios mas o seu caminho reúne perigos deste e de outros mundos.

batata

 

Seguindo uma linha com excelentes sugestões para os mais pequenos (e não só), a editora Planeta Tangerina acaba de lançar “Batata Chaca-Chaca”, de Yara Kono, um livro que nos faz embrenhar num universo de cores e geometrias únicas da autora nipónica. O seu desafio é preparar um saboroso almoço para um grupo de convidados. Ideias não lhe faltam mas Kono precisa da nossa ajuda para inesperadas tarefas e conseguir ter tudo feito a tempo. Vamos até à cozinha?

vinho

 

Como última sugestão desta mão cheia deixámos “Branco ou Tinto?” (Manuscrito), de Joana Maçanita, consultora enológica e produtora de vinho, que nos ensina tudo, ou quase tudo, sobre a arte de escolher vinho de uma forma descomplexada, simples e sem grandes sublinhados técnicos. Assim, ficamos a saber como escolher o vinho certo sem grandes investimentos, ler um rótulo, abrir uma garrafa, escolher o copo adequado e, claro, apreciar um bom vinho.

Boas leituras!



Também poderás gostar


Pin It on Pinterest

Share This