mão morta

Mão Morta fecham cartaz do North Music Festival

Já é conhecido o alinhamento completo do palco do festival que este ano se mudou de Guimarães para o Porto, com os Mão Morta em maior destaque.

Foi já no “coração” do local do evento, mais concretamente na belíssima biblioteca da Alfândega que decorreu a conferência de imprensa para apresentação das várias áreas que irão fazer parte do mesmo e mais importante ainda, ou não fosse a música o foco do festival, a apresentação de mais alguns nomes que fecham o cartaz pelo menos no que ao palco principal diz respeito.

Destaque para os Mão Morta que apresentarão no segundo dia do festival o concerto especial “Mutantes S21” homónimo do disco com o mesmo nome que em 2017 já foi apresentado em várias cidades portuguesas chegando agora a oportunidade do Porto. Para além da banda bracarense juntaram-se ainda ao cartaz Xinobi Live, Ermo e DJ Ride que acrescentarão ao festival os sons mais eletrónicos.

O festival que é organizado pela empresa Vibes&Beats fez-se representar por Jorge Veloso que justificou a escolha dos Mão Morta pela necessidade de “ter uma banda do norte de grande valor”, juntando-os a um cartaz que se distingue dos demais festivais por ter “mais guitarradas…mais rock”. A mudança de Guimarães para o Porto surgiu da necessidade de aumento de “poder de compra” e da “maior disponibilidade e interesse dos patrocinadores”.

Jorge Veloso - North Music Festival

No que diz respeito à organização do evento, Jorge Veloso referiu que o intuito seria apostar nos aspetos onde todos os outros eventos ficam aquém das expectativas, nomeadamente no que diz respeito às condições dos wc’s, segurança e especialmente na alimentação com uma oferta diversificada onde será possível saborear desde as típicas francesinhas, waffles e gelados artesanais ou degustar na zona wine gardens os vinhos típicos da região Norte onde se destaca o Alvarinho. Destaque ainda para um espaço que será gerido por um dos patrocinadores onde será possível desfrutar de jogos e da exibição de filmes que terá como principal intuito a diversão da família principalmente das que se fizerem acompanhar de crianças.

O palco principal será ao ar livre ladeado pelo rio Douro o que na opinião de Jorge Veloso “É uma grande mais-valia” e segundo o mesmo “a possibilidade de chuva não colocará em risco o festival uma vez que existem bastantes áreas cobertas e o público que segue as bandas como os The Prodigy ou Slow J não se importam de assistir aos concertos à chuva” apesar de reconhecer que a chuva “coloca problemas de ordem técnica”.

Quanto às expetativas de bilhetes vendidos, Jorge Veloso recusou apresentar números dizendo, “Tenho a minha expectativa mas vou guardá-la para mim. Está a correr bem e pode dar azar falar nisto”.

25 Maio
Palco principal (exterior)
– Da Chic
– Linda Martini
– Guano Apes
– Gogol Bordello

Palco Dance (interior)
– Ermo
– Xinobi Live

26 Maio
Palco principal (exterior)
– First Breath After Coma
– Slow J
– Mão Morta (Mutantes S21)
– The Prodigy

Palco Dance (interior)
– DJ Ride
– Rich&Mendes

Os bilhetes já se encontram à venda nos locais habituais, custando 35 euros para um dia ou 59 euros o passe para os dois dias.



Também poderás gostar


Pin It on Pinterest

Share This