MP_header

Memória de Peixe | “Memória de Peixe”

"Indieprovisação" em loop

Diz-se que os peixes têm poucos segundos de memória, mas Miguel Nicolau e Nuno Oliveira decidiram criar um projecto de fácil memorização. O nome do projecto dá título ao álbum, que foi colocado em pré-escuta dia 9 de Maio e o feedback foi bastante positivo. Não faltaram manifestações nas redes sociais, reconhecendo assim o valor destes acordes.

Memória de Peixe apresentou os primeiros loops em Novembro de 2011, e a primeira vez que tive contacto com Memória de Peixe foi na abertura do concerto de Balla no Lux, aquando do lançamento do seu último álbum. Aí, Miguel Nicolau apresentou-se a solo e mostrou aquilo que seria na altura a espinha dorsal deste EP, editado pela Lovers & Lollypops, que pode ser encontrado em breve em espaços comerciais mais generalistas, mas por enquanto apenas em lojas da especialidade e no iTunes.

O EP tem oito músicas; nenhuma passa os quatro minutos, mas os loops são muitos e todos com cerca de oito minutos. Sempre em crescendo, pois a construção assim o obriga, leva a momentos de êxtase e fica, em grande parte das músicas, a vontade que estas se fizessem prolongar por mais duas ou três entradas de loop. E assim se constrói música, algumas apenas com guitarra e bateria, outras com mais instrumentos e participações especiais, como a de Catarina Salinas (Best Youth), Carlos Bica e Da Chick, que dá voz ao primeiro single – «Fish & Chick» – que já tem airplay nas antenas nacionais há algum tempo.

É difícil ficar impune à guitarra de Miguel Nicolau, e a bateria vem criar um ambiente mais dançável e ritmado, criando assim uma ligação natural, como peixe e água. Memória de Peixe acrescenta novidade ao panorama musical nacional, afastando-se da rotina criada pela visão clássica de “banda” e a ritmos da moda. Músicas estruturadas, bem construídas, que cabem perfeitamente numa banda sonora de um dia soalheiro, quer seja pré ou pós praia. Ou até mesmo num dia de chuva, que nos levanta o ânimo e nos faz elevar o humor com toda a qualidade e leveza que este EP apresenta. Umas mais tropicais, outras mais groovy, mas todas com um som nítido de uma guitarra bem dedilhada.

«Indie Anna Jones», «Estrela Morena» ou «Fish Thank» são excelentes exemplos daquilo a que os próprios Memória de Peixe apelidaram de “indieprovisação”. Seja qual for o rótulo certo para definir este género, garantido é que Memória de Peixe não nos vai sair da cabeça tão cedo.



Também poderás gostar


There are no comments

Add yours

Pin It on Pinterest

Share This