“Messi * Falcao * Cristiano Ronaldo” | J. Carlos Cubeiro e Leonor Gallardo

“Messi * Falcao * Cristiano Ronaldo” | J. Carlos Cubeiro e Leonor Gallardo

Breve introdução ao triângulo maravilha

Autores de “Código Mourinho” (Planeta), livro que pretendia explicar as razões do êxito do nosso Special One, a dupla espanhola J. Carlos Cubeiro e Leonor Gallardo centra agora as suas atenções num triângulo maravilha que, como adianta Radomir Antic – que treinou Real Madrid, Atletico Madrid e Barcelona – no prefácio, «são diferentes, o que têm em comum é o golo».

Messi * Falcao * Cristiano Ronaldo” (Planeta, 2013) lê-se como uma pequena introdução ao percurso de vida destas três estrelas maiores do planeta futebolístico, escrito na altura em que os três jogavam no país de nuestros hermanos – antes da debandada de Falcao para o Mónaco.

Para além de mostrar que a pulga, o tigre e a abelhinha começaram desde muito cedo a trabalhar para o sucesso, contando com o apoio familiar – e também de treinadores personalizados – e abdicando de parte de uma desejável e despreocupada adolescência, o livro revela algumas curiosidades, como por exemplo a escolha dos nomes de guerra, inspirada em figuras como Lionel Richie, Ronald Reagan e Paulo Roberto Falcão.

Fala-se também do contrato de Messi com o Barcelona redigido num guardanapo – para não se repetir o caso Di Stéfano – e de Guardiola ter agido como um pequeno nutricionista para o pequeno argentino; de Ferguson ter sido como um pai para Ronaldo – rejeitando entregar-lhe a camisola 28 e oferecendo-lhe antes a mítica 7 – e dos três mil abdominais diários do jogador português; da capacidade de transcendência de Falcao, que começa o dia do jogo a sorrir e que, minutos antes de entrar em campo, já não é o rapaz simpático mas um indomável tigre. Mas também de Jorge Mendes, o agente sombra que se transformou no maior empresário do planeta futebolístico.

Para além dos aspectos biográficos, o livro move-se também pelos terrenos da gestão e da liderança, apresentando dez conselhos práticos para o cultivo do talento, tais como descobrir a verdadeira vocação, optar pela diferença ou conseguir o apoio de alguém influente. Se os outros nove falharem, este último dará sempre jeito.



Também poderás gostar


There are no comments

Add yours

Pin It on Pinterest

Share This