Milhões de Festa 2012

Milhões de Festa 2012

Aguenta coração... vem aí o Milhões de Festa!

Corações ao alto! Eis que falta menos de um mês para o festival mais querido de todos nós, e este ano vem com um dia bónus! Vem aí Barcelos, os banhos de sol no Cávado, o bronze na piscina, os jantares no Xano, os inesquecíveis panados do Xispes e claro milhões de música, da boa, prometemos. Preparem-se para acordar com o canto do galo e sermos todos redimidos que o cartaz do Milhões chega para encher as medidas ao melómano mais exigente.

Para os mais desatentos o Milhões de Festa 2012 é em Barcelos nos dias 19, 20, 21 e 22 de Julho, e o nome já diz tudo. Tons of party, como se diz no estrangeiro.

O dia das borlas

Andávamos já a riscar os dias no calendário quais prisioneiros da rotina laboral e eis se não quando nos ofereceram um dia extra de Milhões! Demasiado bom para ser verdade. E mais, é no palco das borlas! Aquele junto ao rio, com o visual magnífico do Cávado a dar o mote perfeito para os piqueniques ao sol. É preparar o bronze pré-piscina ao som dos autóctones Glockenwise e Johnny sem dentes, e dos GNOD, para já em solo (actuam dia 22 com os Black Bombaim) com o seu rock hipnótico. Depois há djs, pois claro, porque isto é assim como a recepção ao campista, mas em bom.

O dia um

Headbangers deste mundo preparem-se para a estreia em terras lusitanas de Baroness. Com um álbum por essa altura mais fresco que os afamados mojitos da piscina (sai a 17 de Julho), vislumbra-se um concerto repleto de cabelos à solta em movimentos circulares a cobrir o céu do Palco Milhões. Também a abrir as hostes dos três dias oficiais de festival vamos ter a melhor prata da casa; Joca, depois de ter enterrado os Green Machine no ano passado, vem apresentar o álbum novo dos Alto! lançado em Fevereiro. Há também deleite na electrónica imersiva dos La La La Ressonance. Trazem um dos álbuns feitos em solo nacional mais bem cotados do ano. Ainda na produção tuga, a não perder, Equations. Os rapazes já estiveram na edição do ano passado com Ricardo Martins, um dos nossos bateristas do coração (Lobster, Cangarra, Adorno, para citar só alguns), rock matemático ao melhor nível. Jibóia para fazer mexer até os mais renitentes com a sua vibe electrónico-rock-kudurense, e, absolutamente imperdível, Throes + The Shine, os pais, tios e padrinhos do rockduro, essa fusão sonora que enlouquece a anca dos mais incautos. Os Grup Ses Beats vêm da Turquia e trazem um mantra dançável em modo oriente psicadélico. Festão garantido!

O dia dois

Directamente de Montreal, uma das cidades com mais músicos por metro quadrado, vêm os Duchess Says aumentar a fasquia dos mergulhos pelo público – têm um dos mais longos crowd surfs no seu CV; a ver se bate o do Makoto no incrível concerto dos If Lucy Fell no ano passado. Meninos suspirem porque a menina é do rock, tem muita pinta e traz o sotaque québécois, essa pérola das terras norte-americanas. As músicas, essas, são punk para curtir à grande! Ainda nos sotaques fofinhos, o duo Prinzhorn Dance School, para dançar ao compasso bem marcado do beat destes britânicos do catálogo da DFA. E não esquecer que da Nova Zelândia vem Connan Mockasin, ele que parece o Joker de um qualquer Batman no vídeo de «Forever Dolphin Love», com a voz doce e um psicadelismo de uma pop tranquila no Palco Milhões.

Há também Gala Drop, no leque dos nacionais, e ouvi-los é sonhar com terras quentes e tropicais, para nos fazer dançar num transe de aquecer corações. A piscina mais hot do Verão recebe os kangas do Xangai; o “Summer Break” da MTV vai parecer um bebé ao lado da apoteose que vão ser os Bro-X.

Para os rockeiros de corpo e alma há Blue Pills, projecto sueco que conta com dois integrantes dos Radio Moscow – lembrem-se do concertão no último dia do Milhões da edição anterior, rock cheio de riffs old school. Weedeater com um malhão sonoro para headbangings ao jeito de um slow, num dia que conta ainda com Reveagence.

El perro del mar, o nome anunciado há uns dias pela Lovers & Lollypops, podia só ter uma pinta gira, mas para além disso tem ainda uma voz doce e aquela pop melancólica que nos faz sonhar com dias de deleite ao sol. Nada melhor para uma Barcelos em pleno Verão.

O dia três

Há coisas com que podemos sempre contar e Riding Pânico é uma delas; são presença fundamental no Milhões de Festa e este ano não é excepção. Tocam no dia 22, o mesmo dia em que os Red Fang, os prováveis reis do maior orçamento em cervejas em videoclipsamerican way of life baby! Sobem ao palco para um stoner rock sem imprecisões. L’Enfance Rouge, os franceses que Thurston Moore elogia ou não fossem eles uma espécie de Sonic Youth que esbarraram com uma caravana marroquina. Atenção! A mistura parece resultar bastante bem e é um dos concertos a não perder no Milhões.

Os portugueses Memória de Peixe trazem cheiro a maresia das praias oestinas, as da maior onda do mundo, prestígio! Para dançar sem contenção. Alt-J ∆ são meninos para gostar de triângulos e, por isso, que outro festival para os acolher que aquele que partilha esta simpatia pela triangularidade? Vêm dar-nos canções simpáticas com carícias folk. Talvez preparem o corpo para Black GNOD, a fusão de Black Bombaim com os GNOD. É entregar a alma aos deuses porque in GNOD we trust! E acima de tudo porque precisamos deste choque de titãs com resultados imprevisíveis.

E se tudo parecia incrível, aguentem o fôlego porque falta falar-vos do 8 bit modo África. Sim, é como ir à discoteca africana mas com uma consola da nintendo a debitar som. Não é bom, é awesome! Shangaan Electro para suar e dançar até mais não.

Depois de tudo isto é enrolar o saco de cama e fazer-se ao caminho porque é festa, é aos milhões, e é por isso que é incrível!



Também poderás gostar


Pin It on Pinterest

Share This