header_miss_lava

Miss Lava com Ray Ban @ ZDB

Deambulações e rebeldias do rock n' roll.

A Ray Ban tem sido acessório de vanguarda na vasta teia sonora – com  seus vultos , géneros e personagens marcantes- há ,pelo menos, umas cinco décadas.

Nas deambulações e rebeldias do rock´n´roll primata , atravessando o espírito cósmico e hipnótico das batidas mais electrónicas , os ritmos hibrídos do jazz ou,entre alguns mais, o flirt dissonante e tempestivo do blues , punk e hardcore mais assinaláveis figurou sempre , ou quase sempre, a imagem duma marca que soube resistir ao passar dos tempos com um espírito próprio que une o retro mais fundamentalista ao futurista menos atracado ao baú das suas memórias.Talvez por isso, o repto lançado pela marca às bandas que mais se identificassem com a filosofia que dela emana tivesse tantos participantes.Por votação do público ganhou o colectivo rock Miss Lava , que, fruto da vitória, acabou por ter no passado dia 3 de Julho , na Galeria Zé Dos Bois, o primeiro concerto , chamemos-lhe “longa duração” e em nome próprio.

Foram vários os simpatizantes da banda , mas mais ainda os curiosos que afluiram à ZDB no passado sábado .Uns incentivados pela prática do rocK pulsado do grupo, já outros pelas surpresas que a marca disponibilizava a quem se apresentasse com um par de óculos da mesma.

O quarteto de stoner rock  ,com o trabalho mais recente – Blues For The Dangerous Miles – mostrou aquilo de que é , e pretende continuar, a ser feito,um rock´roll musculado que aviva alguma da imagética de uns Motörhead e que ressalva pela sua dinâmica musical a imponência dos riffs de guitarra e aceleração melódica.

“Copulation and Death”, “Blind Dog” ou “Sleeping With The Angels” aqueceram os fãs e incentivaram os curiosos.

Entre  curiosos da marca e  admiradores do quarteto , os Miss Lava energizaram a ambiência , tornando quem os via, independentemente das razões, freneticamente participativos.

A versão de “Green Machine” , dos Kyuss foi um dos pontos altos duma noite em que se destacaram a energia particular duma banda imparável ao vivo e a envolvência duma marca que chegou, viu, deu-se a conhecer e ficou para sempre.



Também poderás gostar


Pin It on Pinterest

Share This