©José-Eduardo-Real_01_H_AM

MIUDA

Estamos um pouco fartos de viver num país moralizador.

Todos nós temos pequenos sonhos na vida que podem sempre ser realizados se estivermos no local certo, à hora certa e com as pessoas certas, porque por vezes são outras pessoas que acabam por nos ajudar a concretizar um sonho.

Na edição do álbum Novos Talentos Fnac 2011 é a canção número 3 (do CD1) que nos ecoa no ouvido e que ainda se escuta mesmo quando estamos em silêncio. A canção tem o título «Com quem eu quero» e a interpretação apresenta-se pelo nome A Miúda. A RDB, intrigada com a falta de informação e a inexistência de uma indicação nas redes sociais, conseguiu desenvolver poderes sobrenaturais e descobriu quem está por detrás deste novo grupo. Como adoramos dar-vos novidades em primeira mão, agendámos um encontro com os mentores do projecto.

Pedro Puppe (do grupo OIOAI) é o primeiro nome a ser divulgado e o próprio fez questão de esclarecer que houve uma gaffe na impressão da capa do álbum da Fnac. O projecto tem simplesmente como nome MIUDA. Não leva um A antes da palavra e nem esta leva o acento na letra U. Nos entretantos, a MIUDA é-nos apresentada e eis que desvendamos o primeiro mistério – Mel é uma jovem algarvia e é ela a cara, a imagem e a voz deste projecto “mas tenho músicos que me acompanham, que neste momento tratam da parte de composição musical e da escrita”. Sendo esta foi a primeira entrevista que a Mel deu a um meio de comunicação, a sua tranquilidade e simplicidade é contagiante. A sua maneira de pensar e encarar tudo isto como uma grande oportunidade e um desafio também a ajudam a combater a ansiedade e a encarar todo este processo como uma fase natural.

A história de como surgiu esta ideia é também bastante simples e serve como prova de que o destino já estava traçado. Mel e Pedro Puppe conheceram-se através de amigos de amigos que têm em comum e a amizade foi tornando-se cada vez mais cúmplice. Entre longas noites com a música sempre presente, Mel manifestou o seu interesse de um dia poder vir a cantar. Pedro escutou-a, ficou encantado e começou a escrever algumas letras. À sua frente, Pedro Puppe não lhe poupa elogios: “Quando a ouvi cantar, ela revelou-se logo, mais do que eu estava à espera”.

Os dois acabaram por dar “um primeiro concerto no festival Arrifana Sunset Fest e depois, como já tínhamos algumas canções preparadas e queríamos gravar as músicas como deve ser, decidi [Pedro] juntar alguns amigos e gravámos então a canção para os Novos Talentos Fnac”. Os nomes dos amigos (que são mais dois elementos a juntarem-se ao grupo) ainda não estamos autorizados a desvendar, mas em breve vamos divulgá-los e vais ficar espantado. A qualidade musical continua implícita e, se quiseres satisfazer a tua curiosidade, não necessitas de aguardar tanto tempo. O grupo está a preparar-se para lançar o primeiro EP sob a chancela da Optimus Discos, da qual Henrique Amaro é o “pai”, e com data marcada para Novembro. Durante este tempo, os músicos continuam num processo contínuo de fusão entre os vários estilos musicais que os unem: a electrónica, o rock e a pop. Questionado sobre as influências da banda, Pedro Puppe responde que: “Não vou enumerar bandas porque ainda estamos à procura dessa influência nos ensaios e numa fase de experimentação”.

O nome MIUDA surgiu por acaso e, ao mesmo tempo, por motivos mais que óbvios: “Então Pedro, como vai esse projecto com aquela miúda?” era a pergunta que os amigos de Pedro faziam sempre que se queriam referir a ele e à Mel. E assim ficou. De facto, e mesmo com o passar dos anos, Mel continuará a ser uma miúda, mas não é uma miúda qualquer pois “não há ninguém que tenha a maneira de estar na vida como a dela. É uma mulher livre”. Por esta ordem de ideias, a letra «Com Quem Eu Quero» define uma libertação, uma independent woman que tenta transmitir esse conceito e esse valor. O objectivo é captar a atenção dos ouvintes e criar uma ruptura com os “falsos valores e pudores pois estamos um pouco fartos de viver num país moralizador.”

Acreditamos que depois de leres esta notícia, ficaste verdadeiramente curioso e estás neste momento no Youtube à procura da música ou no Facebook ou no Twitter a procurar a página da banda. Se não a encontrares não fiques triste: “nós tinhamos um MySpace e apagamos. Decidimos criar uma espécie de mística à volta do projecto e no entanto já andam por aí alguns rumores. Não queremos cair nos clichés e preferimos que as pessoas venham aos concertos ver-nos”. Podemos adiantar que a MIUDA estará no dia 13 de Outubro na segunda “Noites de Rua @ Musicbox” para um concerto que será “uma grande surpresa. Vamos tocar as músicas que já existem e vai ser um desafio. Vamos fazer coisas muito loucas e vamos curtir imenso, mesmo sem grandes expectativas”.

As “Noites da Rua” contam com o apoio da Lacoste L!VE.



Também poderás gostar


Pin It on Pinterest

Share This