rdb_artigo_miukystore

Miyuki Concept Store

A eterna felicidade existe e todos são bem-vindos.

Muitos podem dizer que está escondida. Outros que se afasta dos locais mais óbvios e acessíveis da cidade. Mas depois de passar umas horas em conversa com Cátia e o João percebe-se que a localização é um dos pontos de honra da Miyuki. Primeiro e antes de mais há que esclarecer: we are not a store é cartão de visita. E daqui se passa para a questão sacramental, o que faz a Miyuki diferente de todas as outras concept stores? Tudo e talvez nada em particular.

Com formação na área do design, o par responsável por esta felicidade eterna (é o que significa miyuki) deixa-se guiar por ele para escolher o que lhes enche as medidas e o que acham que deveria encher as medidas dos seus clientes. Com quase dois anos, é uma aposta que não se quer ganha. Ainda há muito trabalho pela frente e muitos projectos. Mas mesmo assim já se consegue reconhecer a sua influência.

Seja porque mesmo estando afastada do reduto mais óbvio da cidade de Coimbra consegue chamar a si os seus clientes. E muitos já são fiéis. Conseguiu abrir uma irmã em Leiria e querem-se mais. Porque trouxe consigo as Guerrila Stores e a vontade de inovar. Fazer diferente e desconstruir as coisas e pensar à frente.

A Miyuki é quase um daqueles locais a que se vai passar tempo com boa companhia e nos encontramos sempre rodeados de objectos must-have. Talvez seja por isso que é um espaço tão agradável. Há puffs para nos sentarmos e podemos beber um café. Os mais activos podem sempre jogar na Wii qualquer coisa. E podem sempre acabar por ser daqueles clientes que depois de muita conversa se tornam amigos. Acaba por ser uma das coisas que mais transparece da conversa.

Em Coimbra encontram sempre ou a Cátia ou o João. Os dois com sorte se o João não tiver aproveitado para ir ter com as ondas. Descontração acima de tudo. Afinal, aqui não se está para mudar o mundo e não estamos numa loja. A música é escolhida de acordo com a hora do dia; toda ela descarregada de forma legal e grátis. A loja tem aromas de acordo com esses cambiantes temporais. O detalhe é importante e assume a dimensão certa num projecto cuidado e com clara atenção às pequenas coisas.

Procura-se não intimidar ninguém. Os seus responsáveis procuram levar o design a todos, não só ao público habitual e que se espera que comprem objectos com esse cunho. É um espaço aberto e receptivo a todos, especialmente ao que estranham o design. E a partir do primeiro contacto conquistar cada um com o que lá está dentro. Sabendo à partida que não é uma loja de venda massiva, tem os seus produtos seleccionados e as marcas escolhidas a dedo, sempre, sempre, de olho no que se passa lá fora.

O inevitável piscar de olho às influências internacionais encontra-se não naquilo que está na moda mas sim no que estará. Lançamentos exclusivos e marcas que não se encontram em todo o lado. Designer toys para delícia dos vynil lovers, sapatos, malas, chapéus e roupa. Trazer o design no corpo. Parte da desmistificação do design e de o aproximar de todos passa também pela inevitável preocupação com o preço. Afinal, é este um dos maiores estigmas que os objectos de design comportam em si, o seu elevado preço. A Miyuki procura desconstruir esse estigma preocupando-se com que os seus produtos sejam acessíveis.

Procurando trilhar novos caminhos, por vezes pelos outros, abrindo o mercado e as mentes ao design é uma das justificações das Guerrilla Stores. Conceito importado e amplamente usado e publicitado pela Comme des Garçons, a Miyuki pega num orçamento reduzido, boa vontade e grandes doses de criatividade e abre um espaço que procura publicitar o design. Sem preocupações absolutas de rentabilidade nem com instalação permanente, a guerrila store instala-se com data certa de fecho de portas e nesse espaço temporal conta com abrir perspectivas a outros que se podem seguir.

A primeira experiência foi na Figueira da Foz e foi um sucesso. Por todas as razões e mais algumas mas também porque cumpriu a seu objectivo e abriu o mercado para uma loja que se istalou permanentemente. A próxima Guerrila Store será em Évora. A abrir dia 4 de Abril às 16 horas e 4 minutos. 4 do 4 às 4 e 4. Fácil de decorar para não haver desculpas em relação aos esquecimentos e mais uma razão para ir à Sociedade Harmonia Eborense.

Quem não gosta muito de passear ou ir a Coimbra, Leiria ou algures pelo país onde estiver a Guerrila Store da altura, também se pode fazer compras na loja online. Comprar Melissa, Tokidoki, Mimotica, Swear ou outras mais. Mas, verdadeiramente, vale a pena passar pelo espaço físico. Seja para deixarmo-nos ir pelo que está à venda, pelos aromas, pela música ou até para entrar porta dentro de um estúdio de design. Seja com o objectivo que for há um cantinho para descansar, café e dois dedos de conversa.



Também poderás gostar


Existem 7 comentários

Add yours
  1. franksy

    A Miyuki é lindíssima, o João e a Cátia [descobri agora os nomes] são impecáveis! Simpáticos e super acessíveis!

    É sempre agradável entrar lá! É das pouquíssimas lojas que conheço verdadeiramente genuína!

    Parabéns a eles!

  2. vilarfranco

    Não pude deixar de dar aqui uma vista de olhos. O artigo está fantástico mas é em todo o caso redutor de uma atitude. Não digo isto porque esteja mal escrito nem nada do que se pareça, mas acho mesmo que para perceberem terão de passar na Miyuki (não, não me pagam para dizer isto). Realmente gosto da iniciativa porque vejam: Uma loja em que o seu verdadeiro "Desígnio" é pensado, em que se encontra uma atitude contemporânea e onde os produtos são exclusivos e acima de tudo, acessíveis!!!! Isto não é normal cá no nosso Portugal (que eu tanto estimo). Fiquei realmente impressionado pelo preço das peças porque no fim de contas, esse pequeno aspecto tem um enorme peso!!! Bem haja Miyuki

  3. Espiral

    Olá!

    Já utilizei duas vezes o serviço da loja on-line da Myuki já que não sou de Coimbra (sou do Carregado, perto de Lisboa) e adorei o modo como sempre me trataram.
    O atendimento é personalizado, e sempre foram super atenciosos, em todos os emails que trocamos e super rápidos nas encomendas.
    Inclusive, como encomendei sapatos, tive alguns questões com os tamanhos, e não tive problema nenhum nas trocas que foram preciso ser feitas.
    Para mim, a experiência de compra on-line (e a primeira vez que comprei on line foi atráves da Miyuki) foi muito positiva e deixou-me muito satisfeita. =)

    Agora, com este artigo, ainda fiquei com mais curiosidade de conhecer o espaço ao vivo ehehe.

    Sónia

  4. laurarodrigues

    Não conheço a Miyuki in loco, mas posso garantir que é um espaço inovador, cheio de carisma, e com um atendimento fantástico. Da minha experiência, que se resume às compras feitas pela página online, não poderia estar mais satisfeita. Tanto o João como a Cátia são super atenciosos, disponíveis e extremamente simpáticos, fazendo com que o cliente se sinta em casa. Recebi sempre as minhas encomendas com celeridade, e com um certo cuidado personalizado, que muito me agradou. Tenho pena de viver em Lisboa e não poder visitar a loja pessoalmente (prometo, em breve, um olá ao vivo e a cores) para poder comprovar, com os meus próprios olhos, todas as certezas que já possuo acerca deste conceito.

    Desejo o melhor para a loja, que soube não só oferecer ao público um espaço invulgar e delicioso, como também ainda se riu da crise, singrando no mercado com a apologia do ser-se diferente, é ser-se melhor.

    Já deu para ver que sou fã assumida, não? ;)

  5. Hachi

    Não conheci, mas soube através do blog de uma amadora que aprecie a arte. Aliás, gosto muito o designer de Miyuki que é lindo, uma atitude original e contemporâneo de onde os produtos são produtivos.
    Fantástico e parabéns para Miyuki.
    Parabéns!
    Hachi


Post a new comment

Pin It on Pinterest

Share This