20180310_MLX_50_day_two_452

MLX N.50 | Dia 2

A Estufa Fria foi a localização escolhida para o primeiro desfile do segundo dia da 50ª edição da ModaLisboa.

20180310_MLX_50_day_two_017Cores vibrantes, uma energia eletrizante, cortes assimétricos e silhuetas longas foram os destaques do primeiro desfile protagonizado por Awaytomars, que finalizou a sua coleção com calçado Melissa no âmbito de uma parceria com a marca brasileira.

Imauve transporta-nos até à cidade de Cartagena de Índias, na Colômbia, com a coleção intitulada “Suerte”, carregada de cor, vivacidade e alegria. Uma proposta disruptiva face ao tradicional “guarda-roupa” dos meses invernais recheado de tons neutros, numa altura em que as fronteiras entre estações estão cada vez mais desvanecidas.

20180310_MLX_50_day_two_021 20180310_MLX_50_day_two_103

“Let me breathe” por Patrick de Pádua, uma coleção com uma carga pessoal e introspetiva que não foge às cores clássicas da marca – preto e branco – mas que adiciona os tons laranja e castanho, mantendo as já conhecidas silhuetas oversized. Um vestuário descontraído que é quebrado pelo acréscimo de peças mais formais, como os blazers.

20180310_MLX_50_day_two_352 20180310_MLX_50_day_two_082

Valentim Quaresma revelou a sua proposta Outono/Inverno sob o mote “Raízes”, composta pelas elegantes e originais joias a que já nos habituou e por uma coleção de vestuário que se centra nos tons terra, preto, cobre e azul. A inspiração partiu de um poema de Gilda Nunes Barata que aborda a lembrança sem saudade que nos faz rumar ao futuro, sem deixar espaço para a nostalgia.

Ricardo Preto fez uma homenagem à mulher contemporânea e apresentou “Self-Possession”, uma coleção no feminino que transparece na totalidade o ADN da marca. O tão desejado look effortlessly encontra-se em tons de vermelho, azul e verde, não deixando de lado os tons neutros e as silhuetas clássicas que se apresentam reinventadas.

20180310_MLX_50_day_two_255 20180310_MLX_50_day_two_194 20180310_MLX_50_day_two_259

Silhuetas retas, longas e oversized nas cores azul royal, preto, roxo, vermelho e dourado fizeram a passerelle brilhar com a proposta do criador português, Luís Carvalho. “Under your skin” foi inspirada nas grandes cidades, nas suas luzes e na década de 60, que serviu como referência para os grafismos e as silhuetas.

20180310_MLX_50_day_two_387 20180310_MLX_50_day_two_391 20180310_MLX_50_day_two_415

Nuno Gama fechou o segundo dia da ModaLisboa com um desfile que trouxe muita energia e emoção. A moda nunca será reduzida a roupa e acessórios e os desfiles de Nuno Gama relembram-nos todas as edições do poder das mensagens que podem passar num desfile. A inspiração para a coleção “O Desejado” que celebra os 25 anos da marca espelha o trabalho que tem sido realizado no sentido de edição após edição homenagear Portugal e a sua cultura. O desfile encerrou com uma fortíssima homenagem a Zé Pedro da banda Xutos e Pontapés com uma interpretação ao vivo da música “Homem do Leme”.



Também poderás gostar


Pin It on Pinterest

Share This