20171006_modalisboa_day_one_021

ModaLisboa Luz | Dia 1

Há uma luz que nunca se apaga. E há outra que se renova em todas as edições da ModaLisboa. Uma luz que renasce, que se recria na energia, na imaginação e no talento dos criadores nacionais.

,

Foi no passado fim-de-semana – dias 6,7 e 8 de Outubro – que se realizou a 49.ª edição da ModaLisboa com o tema Luz. Os desfiles com as propostas para a próxima primavera-verão tiveram lugar no Pavilhão Carlos Lopes e no jardim do Parque Eduardo VII.

20171006_modalisboa_day_one_028

O sol invadiu o jardim do Parque Eduardo VII juntamente com o Cante Alentejano de Vila Nova de São Bento. Recordações de infância, nostalgia dos dias quentes e secos de verão que nos fazem viajar na memória foi o mote para a coleção de Patrick de Pádua. Na coleção destacam-se as silhuetas oversized e as sobreposições em tons terrosos e azeitona contrabalançados com as cores vermelho, preto, azul e amarelo, num assumido ADN streetwear, contrastado por elementos e técnicas tradicionais.

Ainda nos jardins do Parque Eduardo VII cabe a DUARTE (Ana Duarte) o desafio de teletransportar os espectadores para um cenário paradisíaco de verão, no qual homens e mulheres partilham um guarda-roupa elegante com uma paleta de cores — lilás, violeta, rosa, laranja, esmeralda, azul-marinho e preto —que se afasta ligeiramente das tonalidades tropicais clássicas.

20171006_modalisboa_day_one_027 20171006_modalisboa_day_one_010

Ao entardecer, o foco central foram os jovens estilistas do concurso Sangue Novo. O vencedor do prémio Fashion Clash desta edição foi Filipe Augusto, o Prémio ModaLisboa foi atribuído a David Pereira e nesta edição foi ainda atribuído um terceiro prémio pela The Feeting Room a Rita Afonso – que foi convidada pela marca para expor a sua coleção na loja.

Inquietar o moderno e o racional através de rituais antigos, num conto sem barreiras linguísticas e no qual o surreal e o fantástico se unem em peças assimétricas e oversized. Casacos que abrem nas costas, com várias proporções. Tonalidades fortes – roxo e vermelho – e bordados reutilizados. Um código de rituais que dita o que somos e o que queremos ser são as propostas de Kolovrat para a SS18.

20171006_modalisboa_day_one_015 20171006_modalisboa_day_one_005

Valentim Quaresma surpreendeu com Carnal SS18. Uma coleção que espelha a luxuria e o romantismo numa viagem por um ambiente orientar. Uma coleção forte e marcante com elementos fetichistas e um poder dominador.

O primeiro dia da ModaLisboa terminou com o romantismo e elegância de Ricardo Preto, com Whole Lotta Love, dos Led Zeppelin, como música de fundo e tema da coleção. O criador decidiu arriscar e sair da sua zona de conforto com uma coleção de pronto-a-vestir marcante com recurso a transparências, rendas, ganga, riscas e xadrez.

Galeria

 



Também poderás gostar


Pin It on Pinterest

Share This