3_Daniel Zamith e Jorge Camilo

Sabe o que são ‘bitters’? Vai querer descobrir…

Estas essências herbais são o melhor remédio!

Misturas de botânicos intensificam cocktails! São naturais e têm elevado teor alcoólico… Já foram medicamentos patenteados.

The Hotel – Room for Ideas – com a Monkey Shoulder (Whisky 100% malte Escocês criado para misturas) convidaram Roman Foltán para estar presente em Lisboa, no encerramento da 1ª Road Trip Internacional de Bartenders Profissionais.

Para dar continuidade à Supa Cool Clawllection, com os seus 30 bonecos emblemáticos,  a The Clawn  e os bartenders do Bistro 100 Maneiras – Jorge Camilo (faz parte da equipa de Ljubomir Stanisic e é discípulo de Dave do  5 Lounge) e Daniel Zamith (foi 1º lugar na Gin Mare 2016 e também semi-finalista na World Class Portugal 2017) – viajaram por todo o país numa digressão de cocktails.

IMG_20181215_153213_resized_20181223_070218957

Esta ideia transporta-nos do universo da infância, ao brincar com a pinça de apanhar bonecos, para o ambiente de bar, com a original versão da pinça de colocar gelo. Este lançamento icónico é o concretizar dum sonho de criança que finalmente se deixa apanhar.

2_Roman Foltan

O evento, com a receção do convidado internacional, marca a reabertura do renovado Bistro 100 Maneiras e naturalmente com renovada carta.

Roman Foltán entra discretamente, mas logo interessado. Vem da República Checa, agora com 27 anos, é uma referência mundial e foi  incluído na ’30 under 30′ da Forbes. Está no top 4 da Tales of the Cocktail 20018 como International Bartender of the Year e tem um percurso rico, ao já ter trabalhado no prestigiado The Artesian em Londres e atualmente ser Head Bartender no Atlas Grand Lobby and Bar em Singapura.

Para além do cocktail surpresa, provámos os Supa Monkey em copo de vidro e o Over my Shoulder em caneca e com palhinha, ambas metálicas.

IMG_20181215_154042_resized_20181223_065747140

IMG_20181215_154024_resized_20181223_065747701

Como é que se sente o arroz doce da avó, a partir de uma bebida com whisky?

Conversámos com as estrelas que nos deixaram as receitas… Ironicamente, mesmo a improvisar, o importante é preparar! Conhecer bem os ingredientes e experimentar combinações.

Com curiosidade e vontade faz-se a procura intencional… Trabalhar muito e provar sempre. Explorar a memória para despoletar emoções!

Fomos empaticamente recebidos e no espaço encontrámos esculturas que reforçam esse espírito… Um coração e uma árvore, a mão e o arame farpado, livros abertos e música a ganhar um ritmo cardíaco. Encontrámos boas histórias, tantas vidas curiosas e a tão bem marcada cultura!

4_Bistro100ManeirasPoderá experimentar um cocktail como aperitivo, talvez mais seco e menos forte; ou bebê-lo numa equilibrada harmonização comida | bebida – ‘pairing’ à refeição; no fim, e para uma não despedida, explorar algo mais doce e digestivo depois da sobremesa… Existem alternativas para todas as idades!

 



Também poderás gostar


Pin It on Pinterest

Share This