Capa_Mortina

“Mortina – Uma História de Morrer a Rir” de Barbara Cantini

Uma história sobre inclusão e amizade

Este pequeno e adorável livro de Barbara Cantini, Mortina – Uma História de Morrer a Rir (Bertrand, 2018), é o hino perfeito sobre a aceitação da diferença e a importância da amizade.

Barbara Cantini criou uma história simples, sensível e divertida para demonstrar aos mais novos, e aos graúdos, a importância da inclusão, da aceitação da diferença.

Com uma linguagem acessível, composta por frases curtas e directas ao ponto, e desenhos muito engraçados, permite que os miúdos não percam a concentração, e sigam com interesse a narrativa do início ao fim.

Cantini, construiu um mundo fantástico, com uma personagem adorável e simpática, ansiosa por fazer amigos, numa sociedade que não a aceitaria tal como era.

A coisa que Mortina mais desejava no mundo estava-lhe proibida: brincar com as crianças da aldeia e fazer amigos.

Mortina é uma menina morto-viva, mas acima de tudo é uma menina. Uma criança desejosa por ter companhia, além do seu fiel amigo, Tristonho, um galgo albino e da sua Tia Falecida.

Vive no Casarão Decadente, com a tia. Uma propriedade enorme, com muito espaço para se divertir com outros meninos, mas a tia receia que não sejam aceites por os demais, e que ao descobrirem o seu segredo, tenham que desaparecer dali e deixar tudo para trás. Como tal, impede Mortina de se expôr e revelar a verdade.

Capa_Mortina

E foi então que a Mortina teve A IDEIA GENIAL.

O tempo passou e o Halloween chegou. Mortina, já habituada a espreitar as outras crianças por detrás do muro, nota que todos se estão a preparar, vestindo-se de monstros, fantasmas e outras criaturas, supostamente, assustadoras. E tem uma ideia.

A Mortina estava feliz da vida: aquelas crianças não pareciam desprezar nem ter medo de vampiros, mortos-vivos ou fantasmas.

Mas, em meio à sua alegria, e numa demonstração para ver quem seria mais assustador, Mortina mostra quem realmente é.
Irão os outros meninos aceitá-la, ou bani-la para sempre?

Mortina – Uma História de Morrer a Rir, de Barbara Cantini, é uma lição de vida para todos, mais novos e mais velhos. Um abrir de olhos, discreto mas directo, com uma mensagem clara: «A diversidade deveria ser a normalidade” – Huffington Post Itália



Também poderás gostar


Pin It on Pinterest

Share This