rdb_motelx2011_header

MOTELx 2011

De 7 a 11 de Setembro o Cinema São Jorge recebe a quinta edição do Festival Internacional de Cinema de Terror de Lisboa.

Nesta quinta edição, a organização enfatiza o regresso da rubrica “Lobo Mau”, que tinha sido interrompida na edição anterior, onde é dado destaque aos mais novos. É realizado um workshop, onde o terror é desmistificado às crianças.

Os realizadores homenageados serão dois. O já célebre Eli Roth, cujo repertório mais famoso é “Cabin Fever”e ainda os dois filmes “Hostel” e o nipónico Sion Sono, que será alvo de uma mini-retrospectiva, sendo ele um dos novos autores do cinema de género, cujo estilo é conhecido por ser controverso e pelas suas performances de poesia avant-garde.

A secção “Quarto Perdido”, habitualmente dedicada às raízes do cinema português, conta este ano com o clássico “Cartas de amor de uma freira portuguesa”. Este filme foi rodado em 1977, com direcção de Jess Franco, e conta no seu elenco com nomes como Ana Zanatti, Vítor de Sousa, Nicolau Breyner e Herman José todos em início de carreira. Será também apresentado o filme “O Barão” (2010), realizado por Edgar Pêra, interpretado pelo actor Nuno Melo, adaptado da obra homónima do conto de Branquinho da Fonseca.

A secção principal, “Serviço de Quarto”, está recheada de grandes e variados títulos. Há o regresso de John Landis e John Carpenter, com os filmes “Burke &Hare” e “The Ward”, respectivamente. Destacam-se ainda os filmes “Stake Land” de Jim Mickle e “The Woman” do Lucky Mckee, filme que gerou muita controvérsia na última edição do festival Sundance.

Como já vem sendo hábito, haverá o prémio da “Melhor Curta de Terror Portuguesa”. Foram eleitos doze finalistas, depois de apreciados cerca de setenta filmes. Este ano o prémio contará com o valor de três mil euros, a que acrescem outros cinco mil euros em serviços pós-produção vídeo Pixel Bunker, mais três mil euros em serviços pós-produção áudio na Obviosom e o tradicional fim-de-semana de inspiração num dos hotéis Belver, um dos patrocinadores do Motelx.

O painel do júri será composto pelo actor, realizador e produtor, Nicolau Breyner e pelo realizador Frederico Serra. O terceiro membro do júri será um convidado internacional.

Este ano, existe ainda mais uma novidade. O MOTELx tornou-se no representante, por parte de Portugal, na Federação Europeia de Festivais de Cinema Fantástico, ao lado de alguns dos mais conceituados festivais do género, como o de Sitges, em Espanha, o BIFFF, em Bruxelas ou o Frightfest, em Londres.

Não tenham medo e passem pelo São Jorge.



Também poderás gostar


Pin It on Pinterest

Share This