rdb_motelx2012_header

MOTELX 2012

O motel do terror volta à Avenida da Liberdade para mais uma edição. De 12 a 16 de Setembro o cinema São Jorge recebe a 6ª edição do MOTELx e, mais uma vez, esperam-se surpresas agradavelmente assustadoras

Lisboa está prestes a ser invadida pelo MOTELx, ou melhor, está prestes a ser invadida por um gigante de pedra impiedoso (imagem oficial do festival) que traz no bolso filmes nunca vistos em Portugal, workshops, masterclasses, eventos e, como não poderia deixar de ser, realizadores de carne e osso.

Entre os dias 12 e 16 de setembro o MOTELx, Festival Internacional de Cinema de Terror de Lisboa, tem como objetivo estimular a produção de filmes de género portugueses e para a edição deste ano já estão selecionadas as dez curtas que vão concorrer ao Prémio MOTELx para Melhor Curta de Terror Portuguesa 2012. Este ano, pela primeira vez, o vencedor terá a hipótese de concorrer ao prémio anual Méliès d’Or para Melhor Curta-Metragem Europeia. A organização do festival entregou a responsabilidade para a atribuição do prémio a um júri constituído por três elementos, Filipe Melo, actor, realizador e produtor, o músico Paulo Furtado e um convidado internacional que ainda não foi anunciado.

As dez curtas-metragens que foram selecionadas para a edição de 2012 foram; “Aconteceu no Interior”, “Até Quando”, “A Bruxa de Arroios”, “The Headless Nun”, “Leito de Maldição”, “Mutter”, “O Princípio do Fim”, “O Reino”, “Silêncio”, e “Tormenta”. O vencedor será, também, contemplado com um prémio monetário de três mil euros, com o acréscimo de cinco mil euros em serviços de pós-produção vídeo e áudio.

Como não poderia deixar de ser, e continuando a tradição de edições anteriores, o festival terá um convidado de honra. Os hóspedes do motel do terror poderão ter a hipótese de cruzar com a referência europeia Dario Argento. O seu trabalho é conhecido pela presença constante da violência gráfica e, graças ao seu sucesso nas bilheteiras, alguns críticos intitularam-no de “Hitchcock italiano”. Argento, no dia 16 de setembro, vai estar presente para uma Q&A. Na secção do festival “Culto dos Mestres Vivos” vão ser projetados os filmes “Suspiria”, “Inferno” e “Mother of Tears”, todos realizados pelo italiano Dario Argento. Na mesma secção será, também, feito o tributo ao realizador japonês Nobuo Nakagawa, com os filmes “Black Cat Mansion”, “Ghost Story of Yotsuya” e “The Lady Vampire”.

O “Serviço de Quarto” também promete não desiludir os hóspedes; nesta secção vão ser expostos os principais trabalhos que foram feitos, durante os anos de 2011 e 2012, um pouco por todos os continentes. As atenções viram-se para os filmes “Laddaland”, filme tailandês que tem sido aclamado por quase todo o mundo, “REC3”, continuação da saga espanhola e que pode ajudar a descodificar alguns elementos dos dois primeiros filmes, “The King of Pings”, uma obra sul coreana de animação com elevada crueldade e violência. A lista ainda se estende para outros nomes, igualmente apelativos para os aficionados deste género de Cinema. A oferta é grande e diferentes géneros de terror poderão ser encontrados no “Serviço de Quarto”.

Para os mais curiosos, e que se questionam sobre a história do Cinema de terror português, o “Quarto Perdido” oferece duas obras. “The Territory”, rodado em Portugal, realizado por Raoul Ruiz, e coproduzido por Paulo Branco, e “The State of Things”, também rodado em Portugal, realizado por Wim Wenders e coproduzido por Paulo Branco.

Para além dos filmes, o MOTELx ainda vai servir aos seus hóspedes uma série de iniciativas paralelas, como masterclasses, workshops e jogos de terror. Por exemplo, o colectivo Clones, criador de “Papá Wresling”, “Blargh” e “Banana Motherfucker” vai apresentar uma masterclasse para dar a conhecer formas simples e baratas para fazer efeitos especiais para filmes de terror, entre outras coisas. Já a Odd School, especializada na indústria de entretenimento digital, vai estar numa sala durante o festival para informar e consciencializar a comunidade sobre a indústria do entretenimento digital.

No motel do terror não há piscina, nem ginásio, ou até mesmo uma suite, mas todos os que marcarem estadia não sairão desiludidos. Com medo, ou coragem, a oferta é interessante e apelativa. Por isso, encham-se de coragem, e assustem-se no MOTELx.



Também poderás gostar


There are no comments

Add yours

Pin It on Pinterest

Share This