new-super-mario-bros-u-deluxe-capa

New Super Mario Bros. U Deluxe | Nintendo Switch

“It’s me…. Again!”

Sendo um fanático por Super Mario, New Super Mario Bros. U Deluxe é um título cheio de conteúdo para tirar proveito de todas as funcionalidades. Todavia, a questão derradeira é: será que vale a pena? Será que vale a pena voltar a jogar uma versão que saiu em 2012 para a WII U? Será que existem suficientes novidades que justifiquem este jogo? Vejamos.

Como disse anteriormente, considero-me um grande fã da saga do Super Mario, admitindo até que um dos melhores jogos da Nintendo, tem esta personagem como elemento essencial: Super Mario Bros. 3. Este jogo foi tão aguardado pelo público em geral que teve direito a uma participação no filme: “the wizard”.

Voltando, contudo, ao tema em apreço, este novo título é, no seu núcleo, o que era em 2012. Mesmos níveis, mesmas personagens (quase!) e mesmos power-ups. Não há grande novidade aqui. Podemos inclusive falar disso mesmo, ou seja, o que mudou. Para isso, elaborei uma lista com tudo o que de novo tem este jogo:

  1. A introdução de novas personagens! – nesta nova versão do Super Mario, Toadette é uma personagem introduzida no modo “história” para jogadores que queiram jogar no modo “fácil” e aproveitarem ainda mais do modo casual do mesmo. Mas esperem, há mais… esta nova personagem – após a captura de um power-up em forma de coroa, aumenta o seu poder com a introdução de uma outra personagem nunca antes vista no mundo do Super Mario – Peachette. Apesar de todos os comentários (não só da internet, diga-se), esta nova “cara” veio trazer alguma controvérsia e perguntas a todos os amantes da saga do Super Mario. Na minha opinião, esta personagem acaba por ser um pouco esquecida uma vez que, prefiro aproveitar o jogo de forma um pouco menos facilitada, não tirando grande proveito desta criação pouco original. Facilidades como: mais vidas nos one-ups (em vez de uma, receber três vidas); ganhar mais 100 segundos no relógio; e ter mais resistência ao gelo, não escorregando tanto como as personagens em modo normal, podemos encontrar nesta personagem;
  2. O menu principal! – Aqui, os ícones do jogo levaram também uma pequena alteração. Foram alterados de um esquema 8-bit (do antigo) para um estilo mais atual, relembrando, talvez, um pouco, o Super Mario Run. Foi também aqui que fiquei um pouco desiludido pois, apesar de toda a necessária restauração no menu principal, não a fizeram da melhor forma, acrescentando pouco mais ao que já existia, demonstrando, até, um pouco falta de criatividade e rigor para com o conteúdo;
  3. Escolher uma personagem! – Uma alteração muito bem-vinda, finalmente! Antigamente, os jogadores estavam bloqueados a jogar com o Mario ou com o Luigi nos respetivos jogos, quando iniciavam o seu modo “história”. Agora, estes podem escolher a personagem que bem entenderem, escolhendo até o modo de dificuldade alienado às mesmas. É possível, também, a alteração da personagem durante o jogo, o que faz com que certos níveis possam ser concluídos com diferentes personagens;
  4. Vídeos e dicas! – Uma nova secção disponível no menu principal, vídeos e dicas permite ao jogador que as aceda encontrar pistas acerca de moedas escondidas nos níveis ou como executar certo tipo de movimentos com o Mario e companhia. De certo, uma alteração acarinhada pelos jogadores mais recentes na saga;
  5. Desafios! – Sem dúvida, um dos melhores e mais fortes pontos do jogo, os desafios, também receberam um update. Não só atualizados ao nível do menu, os desafios viram o seu mundo reduzido, visto que já não era possível o acesso ao segundo ecrã que existia na Wii U. Porém, isso não significa que sejam mais fáceis ou menos divertidos, muito pelo contrário! Os desafios são mesmo muito bons e tiram o melhor mesmo dos veteranos do jogo, portanto, será que estás pronto para eles?
  6. Desenhos novos! – Na entrada para o jogo ou até nas introduções feitas à medida que vamos encontrando mundos novos, é apresentado um padrão com ícones famosos do mundo do Super Mario para dar as boas-vindas ao jogador, em vez das linhas que apareciam no antigo, ou da imagem de loading. Mais uma vez, uma mudança acessória que em nada altera o modo de jogo, mas bem-vinda ao nível estético;
  7. Vibração “HD”! – Coisa que não existia da última vez, esta vibração sente-se de início ao fim do jogo, aumentado e melhorando a forma como se interage com o mesmo de uma forma muito positiva!

Estas são todas as alterações que reparei quando comparado com a versão que saiu em 2012 para a Wii U. Atenção: não estou a dizer que é um mau jogo. De longe.

Acho que é um Super Mario 2d com muita qualidade e nada como o ter na Nintendo Switch para poder jogar em qualquer lado. As três moedas que se podem encontrar em cada nível do jogo são um recurso muito bem pensado, servindo, no essencial, para dificultar um pouco o jogo e ajuda também a não o tornar tão linear. A adição gratuita do New Super Luigi U é também um plus na aquisição do jogo, não tendo de gastar dinheiro em DLC’s.

Contudo.

Acho que em 6 anos, poderia ter sido criado algo completamente novo para esta plataforma ou, não sendo essa criação possível, criar mundos que adicionassem aos já existentes ou novo conteúdos nunca vistos, mas que fossem, realmente, úteis.

 

Nº de porta: 6.5/10



Também poderás gostar


Pin It on Pinterest

Share This