idles_2019

NOS Alive! 2019 | 13 de Julho – Mais uma antevisão

O terceiro dia de festival pode colocar-nos a fazer piscinas entre os palcos do recinto.

Para este dia será necessário invocar todas as forças. Aquelas que temos e as que não temos, porque há muito para ver e terreno para cobrir, das grades do Palco NOS, passando pela pista do Clubbing e acabando bem na frente do Palco Sagres.

Palco NOS

Num alinhamento com três potenciais cabeças de cartaz, os The Smashing Pumpkins são um desses casos. O pretexto é “Shiny and Oh So Bright, Vol. 1 / LP: No Past. No Future. No Sun”, o primeiro álbum de estúdio da banda em 18 anos que com os membros fundadores Billy Corgan, James Iha e Jimmy Chamberlin. Pelo meio não passará pela cabeça de ninguém não ouvir outras mãos cheias de canções. Bon Iver trará ao Palco NOS a matriz folk que caracteriza os dois primeiros álbuns, «For Emma, Forever Ago» e «Bon Iver», bem como os teclados e sintetizadores que foram introduzidos com «22, A Million». “Hey boy, hey girl. Superstar DJ. Here we go.”. Sim, os The Chemical Brothers estão de volta ao Palco NOS e trazem “No Geography”, bem fresquinho para mostrar. Os The Gift, de Sónia Tavares, Nuno e John Gonçalves e Miguel Ribeiro, têm álbum novo, com um título apropriado, “Verão” e que voltou a contar com a participação de Brian Eno na produção. Tom Walker, venceu o prémio revelação nos Brit Awards de 2018 pelo álbum “What a Time To Be Alive”, que irá apresentar à plateia do Passeio Marítimo de Algés. Finalmente uma nota para os espanhóis, Vetusta Morla, presença assídua por cá e que virão apresentar o quarto álbum de originais, “Mismo Sitio, Distinto Lugar”.

Palco Sagres

É estranho imaginar o Thom Yorke no Palco Sagres mas ainda bem que assim é porque o Palco NOS não é o espaço adequado para os temas de “The Eraser”, “Tomorrow’s Modern Boxes” e “AMOK”, que deverá apresentar, juntamente com o habitual produtor dos Radiohead, Nigel Godrich e o artista visual Tarik Barri. Os Idles vão partir a loiça toda em palco porque não sabem fazer as coisas de outra forma e ainda na ressaca do enorme concerto que deram em Novembro de 2018 no LAV, onde apresentaram “Joy As An Act of Resistance”. A representação australiana ficará a cargo dos Rolling Blackouts Coastal Fever, que irão apresentar o álbum de estreia, “Hope Downs”, editado em Junho de 2018. Gavin James, da Irlanda, também subirá ao Palco Sagres para apresentar as canções de “Bitter Pill” e “Only Ticket Home”.

Palco Clubbing

No derradeiro dia da edição de 2019 o conceito de Clubbing será levado à letra no espaço de eleição para o efeito. De Inglaterra, George Fitzgerald, nome emergente da cena britânica e que se apresenta em formato live act. Do Canadá, mais precisamente de Vancouver chega a dupla Tom Howie e Jimmy Vallance, que dão pelo nome de Bob Moses, para apresentar ao vivo o segundo álbum “Battle Lines”. Também de Inglaterra, estará Tourist, nome adoptado por William Phillips, para apresentar “Everyday”, editado em Fevereiro deste ano.

Os bilhetes para o NOS Alive! 2019 estão à venda nos locais habituais.
Os bilhetes diários têm um custo de 60,98€ e os passes de três dias 139,77€.

A antevisão do dia 11 de Julho está disponível aqui.
A antevisão do dia 12 de Julho está disponível aqui.



Também poderás gostar


Pin It on Pinterest

Share This