Nouvelle Vague

Uma banda nada à parte.

“Bande a Parte”. É este o mote para mais uma apresentação ao vivo em Portugal do projecto Nouvelle Vague. Dia 13 de Outubro no Hard Club, no Porto, e no dia seguinte no Paradise Garage, em Lisboa.

Todo o hype que se gerou à volta destes franceses tem uma razão de ser. É que nunca ninguém se tinha lembrado de adicionar uma pitada de Bossa Nova e algum jazz a clássicos New Wave dos anos 80. Daí a origem do seu nome.

Nomes como Depeche Mode, New Order, The Cure, Sisters Of Mercy, Bauhaus Siouxsie & The Banshees, Blondie, Yazoo, The Clash, Echo & The Bunnymen ou Joy Division, são aqui totalmente desconstruídos à boa maneira da Bossa.

Quem não se lembra de uma campanha de televisão no ano passado, musicada com a fabulosa versão de «Just Can´t Get Enough» ?

Escusado será dizer que o primeiro álbum foi bastante inovador porque, para além da “mistura”, soube acertar correctamente na roupagem acústica – «love will tear us apart» (Joy Division) transporta-nos para uma qualquer esplanada na praia, a beber relaxadamente um martini em plenos anos 60.

O grupo é constituído por dois produtores franceses, Marc Collin e Olivier Libaux, que são acompanhados por algumas cantoras, que lhes “emprestam” as doces e melancólicas vozes que nos fazem viajar no tempo.

Os dois amigos foram “recrutar” estas cantoras de nacionalidade brasileira e francesa, que desconheciam totalmente canções como «A forest» dos The Cure ou «Marian» dos Sisters Of Mercy, mesmo com o propósito de não estarem sob “influência” das mesmas, para assim lhes imprimirem todo o seu cunho pessoal.

Ainda frescos da sua última actuação no nosso país, em Agosto passado no Festival Sudoeste, onde nos brindaram com uma memorável actuação, vêm apresentar “Bande a parte” que, por sinal, não fica nada atrás do album de estreia.

«Dance with Me», dos Lords of The New Church, é uma das melhores covers aqui conseguidas; «Dancin´ with Myself» (Billy Idol), «Blue Monday» (New Order) ou mesmo «Bella Lugosi´s Dead» (Bauhaus) constituem os momentos mais altos do disco.

Para já, não está nos seus planos a edição de um álbum de originais, pretendendo seguir a linha das covers (fantásticas!) a que nos têm habituado.

As datas:

13 de Outubro – Porto – Hard Club –  21.00 horas
14 de Outubro – Lisboa –  Paradise Garage – 21.00 horas



Também poderás gostar


Pin It on Pinterest

Share This