“O Evangelho de Sangue” | James Rollins e Rebecca Cantrell

“O Evangelho de Sangue” | James Rollins e Rebecca Cantrell

Aventura, suspense e ação a quatro mãos

O que pode acontecer quando se juntam dois dos mais talentosos autores que se movem, como ninguém, em tramas que versam o thriller e o mistério? A resposta esta no novíssimo livro de James Rollins e Rebecca Cantrell, “O Evangelho de Sangue” (Bertrand Editora, 2013), que promete ser um dos livros mais interessantes no que à rentrée diz respeito. E, tal como nos livros dos autores em nome próprio, mais uma vez o leitor embarca numa viagem onde o extremismo científico, a história e a ação são os ingredientes para um romance que bebe o melhor de Rollins e Cantrell.

À imagem das excitantes e rocambolescas aventuras que Rollins tornou tão populares com a série “Força Sigma”, também este livro pega nas incansáveis premissas de um recomendável e viciante mistério. Desta vez Israel é o cenário escolhido e, depois de um terramoto em Massada – uma antiga fortificação a sul do território – que matou centenas de pessoas, uma descoberta inesperada revela-se ao mundo: um túmulo oculto no coração da montanha mostra uma descoberta macabra.

Por forma a entender tal mistério, um trio de investigadores lança-se numa uma aventura que pode mudar a vida da humanidade. Assim, o sargento Jordan Stone, especialista em medicina forense, o padre Rhuan Korza, sacerdote do Vaticano e a brilhante arqueóloga Drª Erin Granger vão tender compreender o que significa a descoberta de um cadáver crucificado de uma rapariga mumificada.

Enquanto observam o local o trio é surpreendido por um ataque inesperado que os leva a abandonar a pesquisa, mas que lhes confere um novo objetivo: recuperar algo muito importante que se encontrava no túmulo: um livro escrito por Jesus Cristo denominado “O Evangelho de Sangue”, que carrega consigo os mais profundos segredos de Sua pessoa e que é, também, alvo de cobiça por parte de uma força do mal encabeçada por um líder capaz de tudo para o conseguir.

Numa incrível corrida contra o tempo, Erin e seus companheiros percorrem sepulturas e maravilhosas igrejas de forma a tentar compreender milhares de anos de uma História que alberga consiga segredos terríveis, entre os quais um possível acordo celebrado entre o filho de Deus e alguns proscritos que tinham a eternidade como prisão.

Durante a busca ficam muitas questões no ar… Qual a razão dos padres usarem cruzes ao peito? Qual a razão do celibato? Porque se escondem os monges por trás de capuzes? Porque se celebra a eucaristia com o vinho transformado no sangue de Cristo? As tão desejadas respostas podem estar concentradas no âmago de uma seita secreta do Vaticano, os Sanguinistas, cuja existência foi revelada ao mundo através de uma pintura de Rembrandt.

Os dados estão definitivamente lançados, para pouco menos de 500 páginas de aventura, ação e mistério que levam o leitor de Israel a Itália, passando pela Rússia, em que cada linha pode ser decisiva para a compreensão do seu todo e o sangue tem o papel principal. Um livro que vai apaixonar os fãs dos autores e, também, quem gosta de um enredo que faz lembrar os clássicos contos de vampiros.



Também poderás gostar


There are no comments

Add yours

Pin It on Pinterest

Share This