rdb_springbreak

O HISTÓRIA recria “A ÚLTIMA CEIA” pela mão do chef David Muñoz

xxx

Última Ceia é um dos factos mais transcendentais na história da humanidade e foi objeto de múltiplos estudos e interpretações artísticas ao longo dos séculos. Agora, o canalHISTORIA recupera esse acontecimento, estudando as suas raízes pela mão do investigador gastronómico Miguel Ángel Almodóvar e recreando-o de um ponto de vista atual graças à criatividade de um dos chefs mais prestigiados de Espanha: David Muñoz, proprietário do restaurante Diverxo, reconhecido com duas estrelas Michelin.

Como explica Carolina Godayol, diretora geral do HISTÓRIA Ibéria: A Semana Santa está próxima e no HISTORIA quisemos criar algo muito especial e um autêntico desafio: recriar A Última Ceia. Por isso, contactámos Miguel Ángel Almodóvar, para que fizesse uma investigação profunda sobre os alimentos que constituíram aquela ceia histórica, o seu processo de preparação e o ritual que se seguiu e por outro lado com o chef David Muñoz que nos vai levar numa viagem pelos sabores adaptando-os ao seu estilo contemporâneo propondo uma interpretação muito pessoal”.

Para David Muñoz, dar uma visão vanguardista, inédita e inovadora de algo historicamente tão importante foi um presente para nós. Encarar esta recriação exige criatividade e imaginação do ponto de vista gastronómico e artístico, e lançar um desafio destas características encaixa perfeitamente na filosofia do Diverxo”.

O menu criado pelo chef vencedor de duas estrelas Michelin é composto por cinco pratos e inspirado em duas linhas criativas: por um lado, a utilização de ingredientes historicamente comprovados como o pão sem levedura e o cordeiro; e por outro, a recriação de factos ou imagens próprios da Última Ceia ou dos dias anteriores e posteriores a ela. O resultado inclui pratos como ouriços com coroa de espinhas ou trutas com cristas de galo, que aludem à negação de Pedro.

Miguel Ángel Almodóvar, autor do livro Bocados con Historia, assinala que, segundo os seus estudos, “os pratos básicos da Última Ceia foram ervas amargas, peixe do vizinho Lago Tiberíade, cordeiro pascal e o charosset, um doce que evoca os tijolos com os quais se construiu Israel”. “A enguia que abre o menu de David Muñoz figura no fresco de Leonardo da Vinci e era um prato típico da Quaresma renascentista, mas não se comia na época de Jesus Cristo”.

A recreação de David Muñoz foi gravada no seu próprio restaurante e poderá ser vista no HISTORIA durante toda a Semana Santa até o dia 1 de abril.



Também poderás gostar


Pin It on Pinterest

Share This