battles_jur_2019

O JUR 2019 aproxima-se da sua forma final

Vai haver muito, muito som a estrear na sala da Rua Nova do Carvalho.

O cartaz da edição de 2019 do Jameson Urban Routes começa a ganhar a sua forma final com um conjunto de nomes que reflecte na perfeição a essência deste fesvtival urbano.

Caberá aos nova-iorquinos Battles a honra de encabeçar a primeira sessão do JUR, no dia 22. Reduzidos a duo com a saída de Dave Konopa durante 2018, estes velhos conhecidos do público nacional preparam-se para lançar o 4° registo de originais, “Juice B Crypts”, no próximo dia 18 de Outubro, pela editora de sempre, a Warp. Por isso contem com um álbum fresquinho para descobrir em palco.

Angélica Salvi é uma harpista espanhola há muito radicada no Porto e cujas composições se alicerçam no improviso, na música contemporânea e na electroacústica. No palco do Musicbox, no dia 24, deverá apresentar temas do seu álbum de estreia, “Phantone”, a editar pela Lovers & Lollypops no próximo dia 8 de Outubro.

O Clubbing no dia 24, a quarta sessão, ficará a cargo de quatro nomes . DJ Haram, directamente de Nova Jérsia mas com fortes raízes nas sonoridades do médio oriente e uma forte componente experimental. Badsista é, actualmente, um nome quase incontornável do clubbing em São Paulo, no Brasil e presença assídua de Linn da Quebrada nos decks e como produtora. Odete descreve a sua música como “sons de fundo de um funeral gravados num smartphone em mashup com samples de edificios a ruir – um espaço de experimentacao sonoro independente – beats que atravessam a historia da musica queer – vogue claps, sapphic fragments, industrial beats, punk screams” e sempre indissociável da sua experiência enquanto mulher trans. DJ Narciso é um nome indissociável das RS PRODUÇÕES (Rinchoa Stress), que integra o catálogo da Príncipe Discos e para quem os beats impregnados de sonoridades africanas reinam de forma inconstestável.

No dia 25 o Clubbing recebe Catxibi. Uma extensão de Luísa Cativo, uma das fundadoras das festas Thug Unicorn, activista no grupo Slutwalk Porto e uma das colaboradoras da subversiva Rádio Quântica. King Dodou é o DJ e produtos francês Hugo Douster na procura incessante de construir pontes entre o dembow latino-americano, o coupé decalé da Costa de Marfim, o rap americano e o baile funk brasileiro.

Na abertura da sétima sessão estarão os Môrus. A dupla portuguesa composta por Jorge Barata e Alexandre Moniz, irá mostrar o seu som (esta expressão assenta que nem uma luva aqui), sua mescla quase tribal, com as guitarras e a voz que declama, muitas vezes quase num registo quase de intervenção.

Shaka Lion é Raul Windson, luso-brasileiro radicado no Barreiro e com um groove contagiante a correr-lhe pelas veias, tem presença assegurada para a oitava e última sessão do Jameson Urban Routes, no dia 26.

Os bilhetes já se encontram disponíveis para venda em bol.pt e nos locais habituais e os preços variam entre os 10 e os 15€. Os horários das sessões já conhecidas estão disponíveis aqui. O Jameson Urban Routes realiza-se entre 22 e 26 de Outubro no Musicbox, em Lisboa.


Também poderás gostar


Pin It on Pinterest

Share This