o-misterio-das-lagrimas-da-virgem_header

“O Mistério das Lágrimas da Virgem” | Alana White

Um festim para todos os historiadores de sofá

Para quem gosta de história italiana misturada com um pouco de mistério, “O Mistério das Lágrimas da Virgem”, de Alana White, é um livro a ter em conta.

Neste romance passado na Florença do século XV, a autora utilizou personagens reais da história, num período em que a cidade se via ameaçada pelo perigo de uma invasão turca, por inimigos políticos de cidades vizinhas e, também, pela igreja, que havia excomungado Lorenzo de Medici e proibido os seus habitantes de receberem ajuda divina.

Ao contrário das outras cidades-estado, Florença acreditava no estado democrático, não existindo reis, senhores ou duques, sendo os Medici os líderes oficiais escolhidos pelos seus habitantes. Este livro centra-se na única ocasião em que o poder dos Medici foi fortemente ameaçado, por uma família que, em 1478, tentou livrar Florença do domínio (consentido) exercido por Lorenzo de Medici, visto pela história como um «humanista brilhante».

Quando Guid`Antonio Vespucci, um advogado florentino e figura muito respeitada, regressa de uma missão governamental, encontra a sua cidade nesta grande efervescência, ajudada pelo rapto de uma jovem e rica mulher, Camilla Rossi Da Vinci, supostamente pela mão dos turcos. Mas não acaba aqui a contestação popular. Na igreja da família de Guid`Antonio, a Virgem Maria de um quadro lá exposto – Virgem Maria de Santa Maria Impruneta – começa a chorar lágrimas verdadeiras.

Preocupado com a guerra que mantém com o papa e o facto de o povo achar que esta manifestação se trata de um castigo divino, Lorenzo de` Medici encarrega Guid`Antonio, juntamente com o seu sobrinho Amerigo, de descobrir o que se esconde por detrás do mistério das lágrimas da virgem. Para complicar – ou ajudar – ainda mais a investigação, descobrem uma mensagem secreta pintada num quadro de Sandro Botticelli numa das paredes da igreja. Estarão o rapto e as lágrimas de certa forma ligadas?

Com acuradas descrições de Florença durante o período da Renascença, um toque de arte e uma boa dose de mistério, “O Mistério das Lágrimas da Virgem” é um festim para todos os historiadores de sofá que, depois da leitura, se sentirão certamente tentados a marcar uma viagem para Florença.



Também poderás gostar


Pin It on Pinterest

Share This