199386

O último natal de George Michael (1963-2016)

Adeus George Michael, este foi mesmo o último Natal em que nos ofereceste o teu coração

Pode até parecer mas George Michael estava longe de ser uma estrela pop tão oca e vazia como Madonna. Além de criticar abertamente as conspirações políticas do Reino Unido com os Estados Unidos da América, ele era o tipo de pessoa que assumia abertamente o que fazia, e não me refiro ao facto de ser gay, que hoje em dia é frequentemente confundido com um acto de rebeldia. George era afinal bisexual, tendo aproveitado os dias dos Wham! para dormir com várias mulheres, as suficientes para perceber que o que lhe dava prazer eram os homens. E tanto era o prazer que lhe davam que foi inclusivamente apanhado em actos ilícitos com um polícia à paisana numa casa de banho pública, situação que resolveu satirizar da maneira totalmente frontal no vídeo de «Outside». Aliás, os seus episódios pareciam passar frequentemente por casas de banho públicas, já que foi lá apanhado com cannabis, da qual era grande fã, pois dizia fumar 25 charros todos os dias.

Apesar do sucesso, pouco interessam as canções pueris dos Wham! que apesar de tudo ficaram para a história, mas muito mais o que ele fez a solo com com faixas orelhudas como «Faith» ou «Freedom», que alguns podem arquivar como esqueletos no armário mas não há anca ou pé que lhe fique indiferente.

Adeus George Michael, este foi mesmo o último Natal em que nos ofereceste o teu coração.



Também poderás gostar


Pin It on Pinterest

Share This