Os Edukadores

(Die fetten jahre sind vorbei) de Hans Weingartner. Um filme a não perder.

Este mês apresentamos o filme “Os Edukadores”, do realizador alemão Hans Weingartner, ainda para muitos um desconhecido, pois trata-se da sua segunda longa-metragem, tendo feito a sua estreia em 2002 com o ambicioso “Das weisse rauschen” (the white noise) onde retratava a vida de um rapaz atormentado pela esquizofrenia e a sua relação com o Mundo exterior.

Este filme, para além de ter sido nomeado Melhor Primeiro Filme pela Associação dos Críticos de Cinema Alemães, ganhou também o prémio Max Ophüls e muitos mais, tendo Daniel Brühl (“Adeus Lenin”) ganho vários prémios pelo seu papel de protagonista de um jovem esquizofrénico.

O filme conta a história dos três jovens Jan, Peter e Jule que, tipicamente na sua idade, estão a viver a sua juventude rebelde. Estão unidos pela sua paixão de mudar o mundo.

Jan canaliza a sua fúria defendendo que os mais ricos devem ser “edukados”. O seu companheiro de casa, Peter, partilha os mesmo ideais, mas é mais descontraído. Jule, a namorada de Peter, muda-se lá para casa porque já não consegue sobreviver com o seu salário de empregada.

Jule praticamente desconhece o movimento de Jan e Peter “Os Edukadores”, que misteriosamente e de forma criativa deixa mensagens, tais como “Os Vossos Dias de Abundância estão contados” em casa dos mais ricos. Mas Jule também tem um segredo: um acidente de automóvel no passado estragou-lhe a vida e obriga-a a fazer pagamentos mensais a um rico empresário, Hardenberg.

Com Peter de férias, Jan e Jule decidem entrar na casa de Hardenberg para o “edukarem”. Começam também a perceber a atracção mútua que existe entre os dois. Jan e Jule são obrigados a voltar outra vez a casa de Hardenberg por causa de um telemóvel esquecido, mas são surpreendidos pelo proprietário. Telefonam a Peter a pedir ajuda, mesmo sabendo que assim ele poderá descobrir o seu romance.

O trio decide então raptar o rico empresário e levá-lo para uma casa na montanha. Aí os jovens idealistas ficarão frente-a-frente com os valores da geração no poder.

Hans Weingartner nasceu na Áustria e especializou-se em neurocirurgia. Durante os estudos médicos (1991-97), começou também a trabalhar como assistente de câmara. Fez uma pós-graduação em realização em Colónia.



Também poderás gostar


Pin It on Pinterest

Share This