Pepe Jeans

Uma das marcas de referência do mercado mundial.

The Devil is the Detail

Esta uma frase que serve de promoção à nova colecção da marca londrina Pepe Jeans e é também um facto do vestuário contemporâneo. Em pleno século XXI, a roupa que vestimos está cada vez mais influenciada pelos pequenos pormenores e não pelas grandes novidades em termos estéticos. O que agora realmente interessa é aquele rasgão na ganga ou aquele bolso na perna do jeans, bem como o pin no casaco ou o brasão na sweat.

Uma das marcas que tem conseguido estar na linha da frente das grandes “lojas” mundiais é a Pepe Jeans, que tem apostado nas pequenas coisas para conseguir alcançar o sucesso. Em Portugal a marca já tem lojas em diversos centros comerciais e tornou-se numa das etiquetas mais carismáticas e mais queridas do mercado. Mas nem sempre foi assim. A Pepe começou pequenina e muito pouco conhecida.

Tudo começou em 1973, quando uma pequena mercearia de Portobello (Londres), foi transformada numa loja de roupa chamada de Pepe Jeans (o nome Pepe surgiu devido a ser bastante simples de se escrever num cheque). Trinta anos depois, o império está montado em mais de 80 países e a marca é uma das que mais cresceu nos últimos anos, tendo sido galardoada com inúmeros prémios.

Embora a ganga e os jeans tenham sido, desde sempre, as grandes apostas da marca, com o passar dos anos a etiqueta londrina começou a produzir um pouco de tudo no mundo do vestuário (e acessórios): desde t-shirts a malas, passando por cintos e chapéus, quem entra numa loja da Pepe Jeans tem ao seu dispor de uma enorme variedade de artigos para quase todas as bolsas.

A colecção Primavera/Verão 2005 (aquela que podemos encontrar nas lojas) foi inspirada em três diferentes tópicos: os trópicos, os anos 80 e o velho oeste. Com uma campanha publicitária filmada e fotografada no Bombarral (sim é verdade!), que conta com Cristiano Ronaldo e Jessica Miller como principais modelos, a Pepe quer dar cor a este verão e aposta em força nas cores mais vivas, como por exemplo o amarelo e o verde.

Embora um pouco mais acessível que outras marcas na mesma gama de produtos (como a Diesel ou a Energie), a Pepe Jeans tem conseguido afirmar-se no mercado mundial, particularmente no nacional, onde se tornou numa referência para um tipo de cliente que gosta de estar a par das novas tendências. Seja rapaz ou rapariga, quem entrar numa loja da Pepe vai concerteza encontrar alguma coisa que gosta. Isso é garantido.



Também poderás gostar


Pin It on Pinterest

Share This