Pins

Mais uma volta neste ciclo chamado Moda.

A vida corre em círculos. Na realidade, isto é algo a que todos os criadores tentam fugir mas se prova estar cada vez mais difícil. A luta para fugir aos ciclos acaba por ser o sonho de muitos e a vontade de sair desta rotina torna-se uma obsessão.

Até hoje, muito temos escrito na ruadebaixo sobre material retro e sobre as ondas que nos assombram neste momento, mas desta vez encontramos-nos a escrever sobre um vício pessoal que nos tem vindo a assaltar mais uma vez. Pois, falo-vos de Pins que há muito se encontravam escondidos no mundo da moda.

Não estamos a falar dos pins que as vossas avós usam, chamados broches, também não é o pin dos Verdes ou do Bloco de Esquerda das eleições, estamos a falar de pins colecionáveis, cheios de design e cheio de dizeres engraçados que podem na realidade alegrar um casaco feio.

Os pins foram mais uma moda dos anos 80, muitos os colecionaram, outros usaram-nos nas roupas rasgadas quando o Punk não aparecia na TV. Foi sem dúvida uma febre do momento.

Os pins têm duas coisas engraçadas: são baratos, logo é um vício a que facilmente se adere, ou então servem para se colecionar. O outro detalhe engraçado é que os pins não têm um sítio específico para serem utilizados, logo podemos deixar a nossa imaginação correr para decorar seja que peça for ou aonde for.

Existe um local específico na internet que se dedica inteiramente ao desenvolvimento de pins. O engraçado deste site é que vocês podem submeter os vossos designs para serem avaliados pelo público e, quem sabe, terem os vossos pins espalhados pelo mundo.

Ao procurarmos informação sobre Pins, demos de caras com este projecto que fez com que os nossos olhos Pin-o-dependentes ficassem babados e dispostos a gastar o nosso orçamento de estado. O nosso artigo foi-se modificando e tornando-se quase uma pequena homenagem à wear it with pride.

A wear it with pride é da responsabilidade de Darren Firth e Tim McKnight. Ambos o desenvolveram porque não conheciam ninguém que não gostasse de pins e pensaram que seria uma boa ideia desenvolverem algo do tipo. Neste momento não se poderiam encontrar mais felizes com o rumo que o projecto tomou; contam com mais de 600 pins desenhados pelos maiores designers do mundo. Falamos  de verdadeiras peças de arte apenas por 3 dólares cada.

Tenham em atenção que, em cada pin que comprarem, estão a doar 10 cêntimos à UNICEF e ao Laboratório de Pesquisa do Cancro em Londres, ou seja, tem muitas razões para comprar um pin e juntarem mais um acessório às vossas peças.

Existem vários sitios na internet para comprarem estes acessórios, mas decidimos apenas nos focar na Wear it with pride, porque este é, sem dúvida, a meca dos pins. Podemos observar que esta moda está de volta e até a Gola, marca que já foi aqui referida na Ruadebaixo, oferece um pin na sua nova colecção a quem comprar os ténis.



Também poderás gostar


There are no comments

Add yours

Pin It on Pinterest

Share This