Pop the Bubble

Pop the Bubble

Os acessórios de moda encontraram um novo espaço online.

No dia 20 de Setembro surgiu uma nova loja online de acessórios de moda e lifestyle, com peças de design trendy e sofisticado. A Pop the Bubble está direccionada para pessoas criativas e urbanas tendo-se inspirado principalmente pelas tendências eclécticas do streetstyle mundial. Através de uma curadoria bastante exigente a marca procura conectar globalmente as pessoas a produtos únicos e inspiradores de marcas emergentes e estabelecidas.

Juntar numa só plataforma, com um serviço de excelência a preços acessíveis, todos os acessórios essenciais à criação de looks cosmopolitas e contemporâneos, é o objectivo da marca que está atenta a todos os detalhes. Com serviço de entrega em todo o mundo, as encomendas da Pop the Bubble são preparadas de forma única e cuidada, desde o packaging ao cartão de agradecimento, tudo é personalizado de forma a tornar a recepção da encomenda especial para o cliente.

Pop The Bubble

Este projecto nacional é da responsabilidade de Dina Horta, com quem tivemos oportunidade de trocar algumas impressões e conhecer melhor a marca.

Como surgiu a ideia do projeto? Inspiraste-te em alguma outra loja?

A ideia do projecto surgiu através da minha envolvência no mundo da moda. Sempre me interessei pelas tendências e, especialmente, pelo streetstyle, a minha grande fonte de inspiração. Dou muita importância aos detalhes, que se materializam essencialmente nos acessórios, pois acho que são os detalhes que fazem a diferença e que dão personalidade a um look.

Inspirei-me no mundo online em geral – sites, e-stores, blogs, revistas.

Como surgiu o nome?

O nome surgiu da versatilidade da expressão. Por um lado passa a mensagem de atreve-te, sai da tua bolha, arrisca. Por outro lado, associo muito esta expressão à chegada de uma encomenda, em que é inevitável estourar as bolhas de ar do plástico que envolve os produtos.

Quem está por detrás do projecto? Qual o teu percurso?

Este é, por enquanto, um projecto pessoal. Sou eu em todas as frentes. No entanto, quando o projecto crescer, quero criar uma equipa criativa e entusiasta para continuar a desenvolver a Pop the Bubble.

O meu percurso já deu mil voltas. Trabalhei durante quase toda a minha carreira professional como designer 3D. No entanto, sou licenciada e mestre em Arquitectura Paisagista, área em que sempre desenvolvi projectos como complemento à minha actividade principal. Nos tempos livres sempre me dediquei à moda, sendo que a escrita e a fotografia de moda são as áreas que sempre me atrairam mais. Desta paixão surgiu, há cerca de um ano, um blog – the dark teal, o qual me permite escrever sobre todos os temas que me fascinam. Foi também nessa altura de mudança e de auge criativo que começei a desenvolver o projecto Pop the Bubble.

Pop The Bubble

Como escolhes as marcas que comercializas?

Faço uma curadoria exímia das marcas e produtos que comercializo. Quero disponibilizar marcas novas, urbanas, autênticas e que apostem no design. Quero reunir na Pop the Bubble marcas criativas de todo o mundo. Neste momento, temos marcas e artigos de praticamente todos os continentes.

Tens a ambição de aumentar o número de categorias que disponibilizas?

Sim, o objectivo da Pop the Bubble é reunir numa mesma plataforma online, todos os acessórios de moda e lifestyle essenciais para a mulher cosmopolita. Por isso queremos disponibilizar, para além dos convencionais acessórios de moda (colares, pulseiras, anéis), todo o tipo de acessórios que fazem parte do estilo de vida das mulheres – agendas, blocos, headphones, bolsas.

Em breve queremos também estender a nossa marca ao universo masculino (os pedidos têm sidos muitos!)

Como tem sido o primeiro impacto após o lançamento?

O feedback dos clientes tem sido óptimo. Gostam dos produtos, do design do site, da rapidez e simplicidade de fazer uma compra e da forma como recebem os produtos em sua casa. Todo o processo de expedição foi pensado ao pormenor, os detalhes também são muito importantes fase e tratamos cada encomenda com a atenção especial que merece.

Logisticamente és tu que tratas de tudo?

Sim, por enquanto trato da logistica toda, desde a escolha dos produtos até à sua expedição, passando pela introdução dos produtos no site, fotografia, packaging e comunicação da marca. No entanto, escolhi empresas parceiras – plataforma de alojamento do site, facturação, expedição – que trabalham com rigor e profissionalismo, de forma a garantir que tudo acontece como idealizado.

Pop The Bubble

Tens planos para lançar a loja em outras plataformas como por exemplo em smartphones com uma aplicação própria?

O site da Pop the Bubble já está optimizado para smartphones, no entanto, está previsto no plano de desenvolvimento da marca, a criação de uma aplicação mobile.

Como marca do mundo digital, a Pop the Bubble está sempre atenta às novidades e quer estar presente nas plataformas inovadoras que estão a ser desenvolvidas, por isso, já fazemos parte da plataforma MyKubo – nova rede social de compra e venda de produtos.

As marcas que queiram vender os seus produtos podem contactar-te? Como funciona?

Claro, estou sempre interessada em novos produtos e ideias, principalmente se se diferenciarem dos restantes a nível de design e criatividade. Os nossos contactos estão disponíveis na página contactos do site – www.popthebubblestore.com

O teu principal mercado é o nacional ou procuras que o projecto seja o mais internacional possível?

O projecto foi, desde inicio pensado a nível global. Uma das grandes vantagens da internet e do e-commerce é conectar as pessoas globalmente e esse é o nosso objectivo. Expedimos para todo o mundo embora, neste momento, estejamos mais focados no mercado ibérico como porta de entrada para a Europa e posterior expansão para todo o mundo.

Em apenas uma frase como descreves a Pop the Bubble?

A Pop the Bubble é como as pessoas a quem se destina, criativa irreverente, urbana e feita de pequenos detalhes inspiradores.



Também poderás gostar


Pin It on Pinterest

Share This