Portable

A electrónica do sul-africano Alan Abrahams visita a Galeria Zé dos Bois dia 7 de Julho. Temos convites para oferecer.

Depois de ter passado pelo Passos Manuel na noite de S.João e pelo Via Club em Coimbra, Alan Abrahams aka Portable actua na capital, dia 7 de Julho, mais precisamente no Bairro Alto, na Galeria Zé dos Bois onde vai apresentar o seu álbum de estreia, “Version”, recentemente editado pela Scape.

Oriundo da Cidade do Cabo e de um dos seus mais pobres e complicados bairros, as referências do som de Portable podem ser encontradas em alguns pontos seminais da música que o rodeou há um par de décadas atrás. A soul dos anos 80, o highlife africano, o hip hop da época, bem como os primeiros discos do house de Chicago são influências tão claras quanto absorvidas e reformuladas.

O trabalho de Portable é uma mistura extremamente conseguida e fluida de todas estas correntes simbióticas da música africana urbana e moderna das duas últimas décadas, utilizando para isso as tecnologias, mais precisamente de um laptop.

Residente em Londres desde 1997, Abrahams editou para selos como a Context e a Background Records antes de fundar a sua própria etiqueta, a Süd Electronic. Já partilhou palcos com gente como Juan Atkins, Farben ou Andy Vaz, tendo recentemente tocado nas celebrações dos 20 anos da revista britânica The Wire.

Mas a noite da ZDB tem ainda mais dois motivos de interesse. Para além de Portable, actua o projecto de Miguel Sá e Fernando Fadigas, Producers, produtores e representantes da editora Variz, bem como o projecto da monocromática, Outersites v3, que recentemente esteve presente no Sonar em Barcelona.

Desenvolvido de propósito para ser apresentado na bienal Experimenta Design 2001, que teve lugar na ZDB, o projecto de Rui Gato vai na sua terceira versão, agora já acompanhado pelo videasta Tiago Martins. O regresso à ZDB, volvidos quatro anos, será concerteza um momento especial para o projecto.



Também poderás gostar


Pin It on Pinterest

Share This