Programação IndieLisboa’12

“No programa do 9º Festival de Cinema Independente apresentamos 7 Longas Metragens em Estreia Mundial e 3 em Estreia Internacional divididas pelas várias secções. No que diz respeito às Curtas Metragens, a selecção integra 26 filmes em Estreia Mundial e 16 em Estreia Internacional.

Em 2012, a Competição Internacional de Longas Metragens explora linguagens visuais arrojadas pelas mãos de novos realizadores que rompem com mestria os padrões da cinematografia actual. No ano de todos os perigos, arriscamos uma programação que está no limiar da ficção e do documentário, e que se sustenta de pedra e cal como um novo estádio entre os dois. São 11 filmes que surpreendem e enfeitiçam pela sua ficcional aproximação ao real, como os estilhaços de Leila Albayaty em Berlin telegram, a comoção familiar em Everybody in our family ou o rastilho omnipresente em De jueves a domingo e Formentera. São obras que agarram no absurdo e o transpõem para pequenas grandes obsessões humanas, como o faz Babis Makridis em L ou Alex Ross Perry em The color wheel. Filmes que abraçam os sintomas de complicadas relações pessoais com uma honestidade que desarma, como Voie rapide ou He Was a Giant with Brown Eyes. Há espaço ainda para se falar em crimes inomináveis – é isso que mostra Stillleben – e os seus antípodas, verdadeiras manifestações de afecto, seja sob que forma for, num mundo que é por vezes desleal, como vocifera O som ao redor e murmura L’estate di Giacomo.

Num ano particularmente auspicioso para o cinema português – que contra tudo e todos, continua a nascer – a programação reflecte o espírito dessa perseverança, nas 5 longas metragens e 19 curtas metragens seleccionadas para a Competição Nacional que destacaremos em breve.

Estão confirmadas as presenças de Hans Hurch, director da Viennale, Ursula Meier, que estará em Lisboa a propósito do programa suíço, e realizadores de filmes de todas as secções. Um novo mapa de convidados será enviado durante a próxima semana.

Nem só de cinema se faz um festival, e por isso este ano a programação Indie by Night tomará conta de uma das mais famosas ruas lisboetas. Em Abril e Maio de 2012 a Rua Nova do Carvalho Dr. IndieLisboa, no Cais do Sodré, servirá de ponto de encontro para público, realizadores e convidados durante 11 noites de agitação contínua em diversos locais: Bar da Velha Senhora, Povo, Casa Conveniente, Musicbox, Pensão Amor e Viking.

É necessário também repensar novos modelos de produção e criação cinematográfica. Vamos fazê-lo durante as LisbonTalks – insistimos aqui de novo na importância da cinematografia portuguesa no debate “O Cinema Português Visto pelos mais Novos” – conversas nas quais serão abordados filmes do festival (Um Caso à Parte – O Novo Cinema Suíço), novos processos de produção (Construção de Novas Narrativas como Resposta aos Novos Media) e de distribuição (Distribuição Independente ou Alternativa e Criação de Novos Públicos) ou temas como “A Importância do Som”. Haverá ainda um seminário orientado para estudantes e profissionais do meio cinematográfico e audiovisual sobre Formação, Produção, Distribuição e Promoção.

O IndieLisboa’12 é organizado pela Zero em Comportamento – Associação Cultural, com o apoio financeiro do Secretário de Estado da Cultura/ICA – Instituto do Cinema e do Audiovisual, da CML – Câmara Municipal de Lisboa, e do Programa MEDIA, da União Europeia; em co-produção com a Culturgest e o Cinema São Jorge e em parceria estratégica com a EGEAC – Empresa de Gestão de Equipamentos e Animação Cultural, EEM”.

Estreias Mundiais – Longas

Berlin Telegram, Leila Albayaty (Competição Internacional)
A Casa, Júlio Alves (Competição Nacional e Cinema Emergente)
Em Segunda Mão, Catarina Ruivo (Competição Nacional e Cinema Emergente)
From New York with Love, André Valentim Almeida (Competição Nacional e Cinema Emergente)
Jesus Por Um Dia, Helena Inverno e Verónica Castro (Competição Nacional e Cinema Emergente)
Fat Cat, Patricia Gélise e Nicolas Deschuyteneer (Cinema Emergente)
Meu Caro Amigo Chico, Joana Barra Vaz (IndieMusic)

Estreias Internacionais – Longas

Formentera, Ann-Kristin Reyels (Competição Internacional)
East Punk Memories, Lucile Chaufour (Pulsar do Mundo)
How to Act Bad, Dima Dubson (IndieMusic)

Estreias Mundiais – Curtas

A Estrada para Mazgani, Rui Tendinha (IndieMusic)
A Rapariga de Cabelo Vermelho, Catherine Boutaud (Novíssimos)
Alquimia, Diogo Sequeira (Novíssimos)
Antero, José Alberto Pinto (Cinema Emergente e Competição Nacional)
Atracados, Filipe Afonso (Novíssimos)
Barba, Paulo Abreu (Cinema Emergente e Competição Nacional)
Cama de Gato, Filipa Reis, João Miller Guerra (Competição Internacional e Competição Nacional)
Die Siderische Nacht, Marion Kellmann (Cinema Emergente)
Do Céu e da Terra, Isabel Aboim (Observatório e Competição Nacional)​
East Hastings Pharmacy, Antoine Bourges (Pulsar do Mundo)
Encounters with Landscape, Salomé Lamas (Cinema Emergente e Competição Nacional)
Jours de poussière, Jérémie Reichenbach (Pulsar do Mundo)
Julian, António da Silva (Competição Internacional e Competição Nacional)
Kali, le petit vampire, Regina Pessoa (Observatório e Competição Nacional)
La chambre jaune, André Godinho (Cinema Emergente e Competição Nacional)
Luz da Manhã, Cláudia Varejão (Cinema Emergente e Competição Nacional)
Mulher.Mar, Filipe Afonso (Novíssimos)
Mupepy Munatim, Pedro Peralta (Competição Internacional e Competição Nacional)
Noite, Flávio Pires (Cinema Emergente e Competição Nacional)​
O Cágado, Luís Matta Almeida, Pedro Lino (Cinema Emergente e Competição Nacional)
O Que Arde Cura, João Rui Guerra da Mata (Competição Internacional e Competição Nacional)
One Way or Another (Reflections of a Psykokiller), Edgar Pêra (Observatório e Competição Nacional)
Outras Cartas ou o Amor Inventado, Leonor Noivo (Observatório e Competição Nacional)
R. Stevie Moore – Tape to Disc, Nuno Monteiro (IndieMusic)
ShunkaShutou Tokyo Douga Emaki, Gaku Kinoshita (Competição Internacional)
You Are the Blood, Rafael Morais (Novíssimos)

Estreias Internacionais – Curtas

Byun, Object Trouve, Marie Losier (Observatório)
Le facteur humain, Thibault Le Texier (Competição Internacional)
La tristesse de l’éléphant, Bartlomiej Woznica (Competição Internacional)
In Loving Memory, Jacky Goldberg (Cinema Emergente)
Courir, Maud Alpi (Cinema Emergente)
Emile de 1 à 5, Lionel Baier (Programa Suiço)
Little Plastic Figure, Samo-Sama (IndieJúnior)
Kyrkogårdsö, Joakim Chardonnens (Competição Internacional)
Or Anything at All Except the Dark Pavement, Théodora Barat (Competição Internacional)
A Cool Present, Enrique Hernanz (IndieJúnior)
7 Peaks, Anna Abrahams (Cinema Emergente)
La vie parisienne, Vincent Dietschy (Cinema Emergente)
Notes sur nos voyages en Russie 1989-1990, Yervant Gianikian, Angela Ricci-Lucchi (Observatório)
The Dog and the Key, Hee Jung Kim (IndieJúnior)
L’origine des langues, Nicolas Philibert (Observatório)
Dans tes bras, Carina Freire (Programa Suiço)



Também poderás gostar


Pin It on Pinterest

Share This