rdb_premioscortex2013_header

4ª Edição Córtex

Curtas-Metragens Premiadas

O cinema faz-nos viajar, não só no tempo mas nas nossas próprias mentes: põe em causa os medos e frustrações, apazigua dores, reaviva memórias e alerta para dramas sociais.

Nas várias sessões de exibição de curtas da 4ª Edição do Córtex o público viveu tudo isso, recordando-nos como é simples comunicar grandes mensagens em pequenos formatos.

Entre as 17 curtas nacionais exibidas pudemos assistir a diferentes géneros (ficção, documental e animação), o que despertou o espectador para uma diversidade de formatos.

As múltiplas histórias vistas, dividiram-se em diferentes temáticas, com destaque para questões identitárias, isolamento, dicotomia entre cultura e tradição, relações familiares, crescimento e problemas sociais relacionados com o contexto atual.

A curta-metragem “Primária”, um filme documental realizado por Hugo Pedro, estudante de 3º ano de Cinema na Escola Superior de Teatro e Cinema, foi a premiada por unanimidade não só pelo júri, mas também a mais votada pelo público.

Esta curta-metragem de 19 minutos narra a história de uma turma do quarto ano de escolaridade, que se prepara para os exames. Com simplicidade, somos levados pela espontaneidade destas crianças que, de uma forma genuína vivem os últimos dias da primária.

“Primária” traz-nos um olhar sensível, mas não sentimentalista, explorando um momento de despedida que ganha também o lugar de celebração.

Hugo Pedro, o realizador premiado vê esta distinção como uma alegre surpresa. A ideia surgiu de um exercício de reflexão feito na universidade, onde a temática da infância foi abordada;  mas sobretudo através de um quadro que o inspirou e lhe fez lembrar a escola primária.

No âmbito internacional, a curta-metragem premiada “Le Maillot de Bain” da realizadora francesa Mathilde Baylet conta a história de Rémi, um rapaz cuja não-presença do pai se torna na fixação pelo pai de uma amiga que conhece nas férias num parque de campismo. Este fascínio por aquele homem torna-se num sentimento confuso para o rapaz.

De destacar também o excelente trabalho de Leonor Teles sobre a tradição cigana e os dilemas familiares com a curta “Rhoma Acans”, a quem o júri distingiu com uma Menção Honrosa.



Também poderás gostar


There are no comments

Add yours

Pin It on Pinterest

Share This