QWIU

QWIU

Sapatos com cabeças nos pés

São 90 imagens de cabeças loiras, ruivas, morenas, com ou sem adereços em sapatos unissexo.  Ângulo: costas. Fundo: branco. E o esquerdo nem sequer tem de condizer com o direito, porque a escolha do par depende do freguês.

O calçado é o produto estrela da Qwiu, marca portuguesa lançada por Juliana Figueiredo em Outubro, que além de sapatos vende roupa para homem, mulher e criança. Estampados e padrões vintage foram a aposta da designer para a primeira colecção da marca que já está presente em países como o Brasil, Macau, Moçambique ou Alemanha. Em Abril, fica disponível a segunda colecção.

Brasil e Ásia na mira

No mês da estreia, um convite com cheiro a música brasileira. A Qwiu foi a marca escolhida para calçar Seu Jorge para a campanha da LG Brasil e Juliana Figueiredo adianta que foi um “excelente gancho” para entrar no mercado da terra do samba, um dos que têm tido maior receptividade à marca, juntamente com Macau.

“As nossas grandes apostas são na Ásia e no Brasil, porque achamos que em termos de repercussão, visibilidade e conceito são países que aceitam muito bem este tipo de produto”, diz a designer de 25 anos que aos 15 já tinha cosido e pintado à mão cerca de 40 pares de sapatos, aquando da sua participação no evento para jovens criadores Mundo Mix.

“O objectivo era criar um produto totalmente novo, não só em termos nacionais como mundiais e foi isso que conseguimos com este projecto”, adianta. Quem quiser uns sapatos Quwiu, pode escolher duas das estampagens disponíveis no catálogo, uma para o esquerdo e outra para o direito. Customizáveis, têm um preço de lançamento de 69,90 euros até ao final do ano e estão à venda em lojas físicas, em Lisboa e no Norte, e online.

QWIU

Mulher, homem e criança

Em tecido, forro de algodão, com estampagem a preto e branco e sola preta com pesponto branco, os sapatos da marca que junta as iniciais de “Quality, Walking, Innovation e Unique” são produzidos em Portugal, bem como as peças de vestuário.

“A Qwiu é uma marca que tende a ser extremamente versátil e transversal a uma série de pessoas e estilos e que não quer ser excessivamente sazonal. Todos os meses lançamos peças novas com o objectivo de sermos uma marca dinâmica e não monótona ou convencional”, acrescenta Juliana Figueiredo.

Porquê cabeças com penteados diversificados? Porque, para a designer, o cabelo de é o grande ponto de identificação de um estilo. “Faz a ligação, para que a pessoa se identifique com o produto que compra”, à semelhança do que acontece com as cores.

Depois de um desfile em Macau e da entrada no mercado internacional, há novos desafios agendados. Alguns são surpresa, pelo que Juliana prefere não se adiantar, mas por enquanto fica a nota: o conceito dos penteados nos sapatos veio para ficar.



Também poderás gostar


Pin It on Pinterest

Share This