Rose Blanket

Uma sonoridade sombria e um ambiente de introspecção, são o mote para conhecer um novo projecto que começa a dar nas vistas no panorama musical português.

O projecto Rose Blanket teve o seu início há sensivelmente 1 ano e é constituído por 3 elementos: Nuno Simões (teclados, guitarra), Miguel Dias (guitarra, voz, teclado) e Sérgio Pereira (bateria, percussão). A história dos Rose Blanket tem início num grupo entretanto extinto, os Roman Tango, de onde faziam parte Miguel Dias e Sérgio Pereira. Embora a banda fosse composta por uma estrutura habitual de baixo, guitarra e bateria, as letras fossem em português e as vozes estivessem destinadas a um elemento feminino, podemos encontrar uma ligação entre os dois projectos devido aos ambientes calmos e sombrios.

A primeira actuação ao vivo deu-se em Novembro de 2002 no palco 6 do Parque das Nações em Lisboa. A partir daí, participaram no Termómetro Unplugged deste ano e na sequência da sua participação, foram escolhidos para uma digressão pelas lojas Fnac do País. Só no primeiro semestre deste ano tiveram 16 actuações o que é excelente para uma banda que está a dar os primeiros passos.
Na maquete da banda, podemos encontrar a maioria dos temas que irão fazer parte do possível primeiro álbum. A influência dos Tindersticks é óbvia e marcante. Os temas reflectem ambientes sombrios e de uma calma aparente.

Pelo que se pode ouvir na maquete, estamos perante mais uma banda que com muito trabalho e uma pontinha de sorte, poderá ter um álbum de originais a muito curto prazo. Enquanto isso não acontece, a banda irá figurar em duas compilações da Bor Land a ser lançadas brevemente.



Também poderás gostar


Pin It on Pinterest

Share This