RQ#8 – 300

"300", de Frank Miller

Conhecido pelo seu famoso retrato “policial noir” de uma cidade corrupta em “Sin City” e por ressuscitar o cavaleiro das trevas com livros como “Batman Ano um” e o “Regresso do Cavaleiro das Trevas”, Frank Miller é hoje um dos nomes mais conhecidos do mundo da banda desenhada, não sendo assim surpresa que muitas das novas apostas para adaptações deste género ao grande ecrã venham de obras suas.

Este livro retrata a famosa batalha das Termópilas, em que 300 guerreiros Espartanos combateram ferozmente contra um exército de milhares de Persas. Frank Miller teve conhecimento desta batalha quando viu em criança o filme “The 300 Spartans”, de 1962, que o viria influenciar na realização deste projecto.

A história é contada do ponto de vista do Rei de Esparta, Leonidas, e apesar de o autor se ter baseado no trabalho do historiador Heródoto, a sua ideia nunca foi a de relatar esta história exactamente como aconteceu, transformando assim a batalha destes 300 homens, não só num acto de enorme coragem humana, mas também num sacrifício por um novo mundo, numa luta pela democracia, provando que a história não é só feita de vitórias e que uma derrota quando elevada acima da condição Humana pode mudar o mundo, pois um homem pode ser destruído, mas uma lenda é eterna.

Apesar de graficamente este livro aparentar ser muito diferente daquilo a que o autor nos tem habituado, a verdade é que o desenho não se distancia muito do trabalho feito em “Sin City”, devendo-se esta grande diferença ao excelente trabalho feito pela colorista Lynn Varley e ao facto de a história ser apresentada de forma deitada, o que vai proporcionar a este trabalho um maior ênfase e impacto nas cenas de batalha entre Espartanos e Persas.

300 foi editado em Português o ano passado pela editora espanhola “Norma” encontrando-se disponível em qualquer loja especializada de BD ou na Fnac e a sua adaptação ao cinema está prevista estrear em 2007.



Também poderás gostar


Pin It on Pinterest

Share This