Saldanha Mar – Entrada

Saldanha Mar

Gastronomia portuguesa com um toque de sofisticação

Inserido no DoubleTree by Hilton Hotel Lisboa – Fontana Park, o Saldanha Mar divide paredes meias com o japonês Bonsai e traz a frescura e os sabores marítimos do oceano directamente para o prato. Na nova carta de Outono, a chef Paula Carção honra a cozinha portuguesa e não foge das influências mediterrânicas que já são a identidade deste restaurante que se destaca pela estética presente em todos os detalhes.

Imagine um espaço minimalista, totalmente branco, repleto de luz, cujas janelas se prolongam até ao chão, integrado num ambiente quase clínico mas sem perder o cariz intimista. É assim a atmosfera do Saldanha Mar, um restaurante que transporta para o menu o design intrínseco do DoubleTree by Hilton Hotel Lisboa – Fontana Park.

Saldanha Mar - Sala

 

A coordenação da cozinha está a cargo, desde 2011, da chef Paula Carção que, através dos seus anos de experiência entre tachos, dignifica os ingredientes nacionais nas suas criações. Em entrevista, Paula Carção, que ingressou no Saldanha Mar como sub-chef em 2010, explica o porquê de este ser o ADN gastronómico do espaço: «Existe uma forte preocupação em valorizar os produtos e tradições portuguesas. Este é um elemento comum em todos os pratos do Saldanha Mar e é o ponto de partida para todas as recriações, que são também uma fusão de sabores mediterrânicos. Os produtos tipicamente portugueses são reinventados, de carta para carta, de forma a atribuir-lhes sempre um novo toque e a surpreender os nossos clientes», assegura.

De forma a preencher a lacuna que existia na restauração lisboeta, no que diz respeito à oferta de peixe fresco, a chef salienta o facto de o restaurante beneficiar «bastante da sua localização estratégica: está situado em frente ao Mercado 31 de Janeiro, local onde diariamente são comprados o peixe, as frutas e os legumes». Assim, «a qualidade e frescura dos ingredientes utilizados na confecção dos mais variados pratos do Saldanha Mar são um factor determinante para o resultado final que é apresentado ao cliente», remata.

Envolvidos pelo ambiente tranquilo do espaço e com a promessa de uma refeição rica em aromas mediterrânicos, demos início à degustação com uma selecção de bruschettas do dia (9€) composta por quatro sabores distintos: pico de gallo (à base de pimento vermelho), tomate e basílico, tapenede (uma espécie de creme de azeitona) e cream cheese e cebolinho. Esta entrada repleta de textura, perceptível tanto no corte dos vegetais como na cremosidade das pastas, deu o mote para o segundo antepasto, um carpaccio de salmão e vieiras (18€) que se revelou leve e muitíssimo fresco.

Saldanha Mar - Entrada

Continuámos entre sugestões marítimas e provámos um pregado grelhado a carvão (o preço varia consoante o peso), apresentado em duas generosas postas, acompanhado de batatas a murro e salada. Mais uma vez, a frescura do peixe ganha pontos e mostra que a simplicidade dos ingredientes e a perfeição da confecção garantem a excelência de um prato que transborda portugalidade.

Saldanha Mar - Prato Peixe

Apesar de o pescado ser a estrela da carta, o Saldanha Mar oferece também opções de carnes de zonas demarcadas do país, entre elas a tradicional posta mirandesa (15€). Chegou-nos à mesa um bonito naco bem selado por fora (e suculento por dentro), guarnecido com legumes salteados e palitos de batatas fritas impecavelmente laminados. A genuinidade da cozinha portuguesa foi impressa neste prato de forma magistral, cujo sabor verdadeiro de todos os elementos remete para o conforto da nossa gastronomia.

Saldanha Mar - Prato Peixe

Last but not least, as sobremesas. Crumble de maçã com gelado de cheesecake (7€) e bolo de mousse de chocolate, servido também com uma bola do mesmo sabor (7,50€). Destaque para o crumble que estava fofo, leve e extremamente saboroso, em contraste com a camada superior de açúcar crocante. O bolo de mousse, com a sua textura aveludada e o gosto vincado do chocolate, conferiu o equilíbrio entre estes dois postres que encerraram esta refeição perfeita.

Saldanha Mar - Sobremesa
Saldanha Mar - Sobremesa

 

Estas foram apenas algumas das sugestões da renovada carta de Outono, que conta com iguarias que mesclam a tradição dos sabores nacionais (com destaque para os peixes da nossa costa, claro) com combinações menos convencionais e algumas inspirações mais exóticas, como as guyosas de frango com molho teriyaki e sementes de sésamo ou o ceviche de salmão e suco de tangerina. De referir que o Saldanha Mar dispõe, de segunda à sexta ao almoço, do Chef’s menu, composto por couvert, prato do dia, sobremesa do dia, chá ou café, por 15€, existindo também um menu infantil (para crianças até aos 12 anos) pelo custo de 20€. A carta contempla, também, três pratos vegetarianos que variam entre os 12 e os 14€.

O Saldanha Mar provou, assim, que sabe extrair com mestria o melhor da cozinha portuguesa e elevá-la com requinte, sem nunca exceder nem perder a sua essência tão peculiar. O empratamento é, sem dúvida, o remate final que enche a vista e desperta a curiosidade para saber se o bonito é igualmente bom. E, mais uma vez, o Saldanha Mar não falha e exibe uma apresentação cuidada em cada momento da refeição, um pormenor que se estende um pouco por todo o hotel, ou não fosse o DoubleTree by Hilton Hotel Lisboa – Fontana Park um espaço que se distingue pelo carácter primoroso.

Não menos importante é o atendimento bastante prestável que, mesmo quando a sala está mais cheia, não descura da competência e rigor de serviço.

Paula Carção conclui que «todos os pormenores fazem a diferença», uma vez que «existe uma preocupação e dedicação de toda a equipa em proporcionar uma experiência memorável» aos clientes. «Sofisticado, elegante e português», é assim que a chef apresenta o Saldanha Mar, um dos melhores restaurantes em Lisboa para desfrutar da boa gastronomia lusa.

 

Horário de funcionamento:

De Segunda a Sexta-feira das 12:30h às 15h (almoços) e das 19:30h às 22:30h (jantares). Encerra ao fim-de-semana.
Rua Engenheiro Vieira da Silva, 2
1050-105 Lisboa
Fotografia de Ricardo Freire Mateus



Também poderás gostar


Pin It on Pinterest

Share This