Sax Shop

Nascidos em 1999, dão-se agora a conhecer através de “Diabo Amado”, um EP que tem como objectivo mostrar que não existem barreiras para a música.

Desde 1999 que o projecto Sax Shop assinou um compromisso de honra com a música portuguesa. O objectivo ainda não se alterou e consiste na apresentação de um trabalho prestável à grande exigência que o público do novo milénio incita, um trabalho audicioso e inconformado porque a música é uma arte com fronteiras mas sem barreiras. São os próprios Sax Shop que assim se apresentam, com um EP no bolso e muita vontade de vingar na música portuguesa.

Compostos por Bruno (voz), Ribeiro (guitarra solo), Lino (guitarra ritmo), Algodão (baixo), Peter (sax) e Rui (bateria), reflectem toda a sua vontade num EP com quatro temas, muito bem compostos, onde o rock se alia ao funk em ritmos muito bem conseguidos e uma voz muito bem colocada, fazendo parecer em algumas passagens os Ornatos Violeta, principalmente o tom da voz.

O saxofone, embora sendo talvez o elemento mas importante no som da banda, não “abafa” todos os outros instrumentos e cria uma atmosfera festiva que percorre todas as faixas do EP. O rock vai alternando com o funk em temas orelhudos com letras simples onde tentam falar um pouco sobre o estado geral da sociedade. Não é possível evidenciar um tema, pois o EP deve ser ouvido de princípio ao fim de forma a entender a filosofia e som da banda.

Ao vivo, os Sax Shop têm tudo para criar óptimos espectáculos, uma linha de saxofone bastante contagiante e ritmos que não deixam ninguém indiferente. Para primeira amostra do seu potencial, “Diabo Amado” é um bom EP que abre caminho aos Sax Shop para voos mais altos. Poderão vir a ocupar um espaço que nunca foi muito desenvolvido na música portuguesa e isso será com certeza um ponto a seu favor.

Para quem estiver curioso em saber mais sobre a banda, pode assistir dia 8 de Dezembro no Santiago Alquimista em Lisboa ao concerto de apresentação deste EP.



Também poderás gostar


Pin It on Pinterest

Share This