sean_riley_por_paulo_furtado

Sean Riley perdeu os Slow Riders, mas encontrou-se

On the Road

Não são o Jack Kerouac e o Neal Cassidy e a obra não é “On the Road”. É Afonso Rodrigues a convite de Paulo Furtado e o disco chama-se, muito simplesmente, “California”. E diz tudo: um álbum mais de recortes de uma viagem do que de música de estúdio.

Por isso, o som não é limpo e depurado, pronto para ser ouvido através de phones. É texturado, cheio de detalhes e imperfeições, ambientes. «L.A.» é o single que abre a porta. Talvez porque, como a própria cidade, é a primeira coisa que nos lembramos quando pensamos na Califórnia. Será que o filme Lady Bird, que se passa na capital Sacramento, vem mudar essa percepção? Isto para dizer que este álbum vem em boa altura, num momento em que a Califórnia passa de clássico a tendência de novo.

Por estes dias, este trabalho e “MISFIT” de The Legendary Tigerman partem de novo estrada fora, agora deste lado do Atlântico. É apanhar este slideshow da viagem, porque podem não ficar por cá muito mais tempo.

2 de Fevereiro – Lux, Lisboa
2 de Março – Hard Club, Porto
9 de Março – Sond de Vez, Arcos de Valdevez
10 de Março – Teatro Aveirense, Aveiro
15 de Março – Teatro Garcia Resende, Évora
16 de Março – Teatro Avenida, Castelo Branco
17 de Março – Cine Teatro de Alcobaça
23 de Março – ACERT, Tondela
24 de Março –  Theatro Circo, Braga
29 de Março – TAGV, Coimbra



Também poderás gostar


Pin It on Pinterest

Share This