“Seis anos depois” | Harlan Coben

“Seis anos depois” | Harlan Coben

Um thriller de coração vermelho

Para além de contar com mais de 50 milhões de livros vendidos à escala planetária, Harlan Coben tem algo de muito assinalável no seu CV: foi o primeiro autor a vencer os três prémios mais prestigiados da literatura policial nos Estados Unidos – Edgar AwardShamus Award e Anthony Award.

Seis anos depois” (Editorial Presença, 2014), o mais recente policial de Coben a conhecer edição portuguesa, é exemplo de uma escrita que tem no factor surpresa e no engenho a sua maior virtude, oferecendo ao leitor um livro que se lê de uma ponta à outra enquanto o diabo esfrega um dos olhos.

Jake Fisher parecia ter encontrado o amor da sua vida. Pelo menos até Natalie, a cara julgada metade, o trocar sem qualquer aviso por Todd Sanderson, pedindo-lhe no casamento para honrar a promessa de nunca mais a voltar a contactar ou procurar. Seis anos mais tarde, ao ler num jornal um obituário escrito sobre Ted, Jake decide comparecer no funeral, fechando como que um difícil ciclo da sua vida. Porém, quando comparece no funeral para vislumbrar a silhueta de Natalie, esta não se encontra em parte alguma. Na realidade, a viúva de Todd parece ser uma outra mulher, com quem Todd esteve casado durante vinte anos, casamento do qual nasceram dois filhos agora adolescentes.

Incapaz de encerrar este capítulo, Jake Fisher decide empreender uma busca individual em nome da verdade – e de Natalie -, que o fará aparecer aos olhos da sociedade e da comunidade escolar – Jake é professor universitário – como um louco, incapaz de distinguir entre realidade e ficção, acorrentado a um passado que ficaria melhor aprisionado num álbum de fotografias.

Repleto de suspense e sempre com um coração vermelho no canto superior da página, “Seis anos depois” é um thrillerhábil e empolgante, que recupera a imagem quixotesca de um só homem contra o mundo em nome do amor.



There are no comments

Add yours

Pin It on Pinterest

Share This