Sickcom

Uma tentativa de recriar uma experiência com drogas sintéticas em cena até 20 de Fevereiro em Telheiras.

A partir do dia 10 de Fevereiro, e até ao dia 20 do mesmo mês, está em cena a peça “Sickcom” no Auditório da Biblioteca Municipal Orlando Ribeiro em Telheiras.

Encomendada pelo IDT – Instituto de Drogas e Toxicodependência, esta peça aborda a temática do uso de drogas sintéticas e tem como referência os ambientes nocturnos, os fenómenos das novas tribos urbanas, originados pelas correntes de música de dança e as actuais formas de encontro e de lazer.

Nascida a partir um convite dirigido pela Associação Académica de Coimbra, no âmbito do projecto “Descobre outros prazeres” (iniciativa promovida pela Câmara Municipal de Coimbra e pelo IDT – Instituto das Drogas e Toxicodependência), “Sickcom” é uma caricatura onde tudo se define por um exagero. As personagens usam cores berrantes e formatos bizarros, falando por vezes comos se fossem autómatos. Usam e abusam da maquilhagem e do calão e até a música está a um nível acima do aceitável durante esta peça. Tudo isto é usado para caricaturar os efeitos que as drogas sintéticas têm na forma de percepção da realidade.

“Sickcom” é um espectáculo sobre o limite: o limite entre o bem e o mal-estar, a diversão e a agressão, o amor e o ódio, a paz e o caos, o discernimento e a paranóia.

Com texto original e encenação de Hugo Amaro e figurinos de Joaquim Magalhães, participam no elenco, Hugo Amaro, Isabel Simões Marques, Maria Galhardo, Rui Mourão e Selma Cifka.

Em cena no Auditório da Biblioteca Municipal Orlando Ribeiro em Telheiras (Biblioteca Municipal Orlando Ribeiro)

De 10 a 20 de Fevereiro de 2005
Quinta a Sábado às 22 horas, Domingo às 18 horas.



Também poderás gostar


Pin It on Pinterest

Share This