Sisley_Benetton_FW18-010371

Sisley Benetton Outono/Inverno 2018

Cidades, elegância minimal e contaminação de estilos. Depois do gender fluid, do romantismo e do movimento, o guarda-roupa Sisley para o Outno/Inverno 2018 assume-se como uma síntese da modernidade.

,

Sisley e as mulheres de todo o mundo: uma moda invernal que segue as tendências e enriquece o guarda-roupa com peças de culto, centrando-se nos temas “quentes” da estação fria. É o caso do punk, revisitado aqui nas saias de tule e nas botas de coro, nos casacos de penas com aplicações de vinil e nos jeans com tons que lembram os fumos de Londres. Um punk que ganha um ar feminino quando combinado com calças “elegantes”, curtas ou abertas na perna, para usar com casacos Príncipe de Gales, numa grande mistura entre rebeldia e estilo britânico. Destaque ainda para as fantasias tartan, xadrez e windowpane em casacos com capuz, blusões, casacões e  sobretudos compridos. Um estilo masculino para usar no feminino com o seu toque gender fluid ao nível das silhuetas e nos decotes, nos cortes fluidos e chiques.

Sendo a Sisley uma marca que respira urban vibes não podiam faltar as combinações “fortes”– veja-se o verde tropa nas peças em pele, as fantasias florais e as riscas – que remetem para subcultura negra, do rap à graffiti art. Outro tema quente desta coleção são as viagens. A Sisley, uma marca global, convida a uma verdadeira viagem pelo mundo: ecos siberianos de um inverno russian folk com os seus estampados e rameados, longdress, écharpes compridas e gilets de astracã para uma feminidade envolvente. Veja-se ainda os bordados ao estilo mongol e tibetano, um estilo que irradia cor em tons que vão do malva ao beringela, com especial destaque para as malhas, tricotadas, com aplicações de jacquard: com mangas trabalhadas, máxi cardigãs sob casacos envolventes ou de corte oval, para usar com saias midi de veludo e botas de camurça ecológica altas até ao joelho.
Outro dos destinos desta viagem da Sisley são os desertos da América – onde convivem as cores da terra, o ocre, o vermelho e o camel – imagine um Arizona com look western style: as saias são midi, de ganga ou compridas e de flanela o de cambraia para alternar com calças gaúcho em tencel ou calças flamenco para combinar com o camel dos casacos e os grandes cintos, os máxi ponchos em jacquard ou de fantasia navajo, os vestidos compridos laranja são românticos e fortes ao mesmo tempo, as malhas são cremes e com folhos. O visual perfeito para uma cowgirl moderna.

Na coleção de Homem destacam-se as lãs e algodões cinzentos, práticos e citadinosveludo castanho queimado, silhuetas precisas e masculinas, símbolo de uma elegância fresca e sóbria: um estilo atual e devidamente calibrado.
O conceito base é a modularidade: para andar confortável pela cidade temos o capote três quartos, mas também blusões acolchoados e ecológicos, com tecidos fortes e parkas militares. O homem Sisley sabe ser chique com casacos bem construídos e linhas slim ou com blusões rider, revisitados. Tal como no caso das peças para senhora, as vocações do escapismo também são fortes aqui: a Escócia é um tema recorrente nos estampados e nas fantasias tartã do knitwear, em peças de lã cardada e nas misturas de mohair e alpaca, numa paleta sóbria, do creme ao verde musgo, passando pelo vermelho tijolo, para combinar com camisas em denim e calças descontraídas de cor caqui. E temos ainda as camisas de xadrez, ideiais para ir às compras depois do trabalho.



Também poderás gostar


Pin It on Pinterest

Share This