rdb_header_stimpy

Stimpy

Sem tirar o pé da pista de dança.

Estávamos no ano de 2000, mais propriamente a 10 de Novembro, quando se iniciou o projecto House Spirits, pela mão de Rodrigo Pereira, um conceito dedicado ao House e Deep House que tinha como objectivo introduzir algo de novo na noite aveirense. O conceito desenvolveu-se no clube 8 Graus Oeste e como primeiros convidados teve nomes como Rui Vargas, Zé Salvador, Tó Ricchardi, Chris Duckenfield aka SWAG, Yen Sung, Zé Pedro Moura, entre outros. E assim nasceu a Stimpy, uma agência dedicada à divulgação da música electrónica, produção de eventos e agenciamento de DJs.

A sua paixão pela música electrónica era evidente desde cedo; há muito que frequentava festas, comprava discos, sempre orientado para a vertente house. Em 2001, a Stimpy é pela primeira vez convidada, pela Ofirprod, para fazer parte da produção do Yorn Sound System (uma tour de 14 festas em 10 cidades de Portugal).

Em 2003 começa a desenvolver o seu trabalho em conjunto com a Estação da Luz, considerada desde há muito uma das melhores casas do país, a funcionar desde 1987, por onde já passaram grandes nomes do panorama da música electrónica nacional e internacional.

Actualmente a agência representa artistas nacionais como: Jownwaynes, Jepe (Estação da Luz/Johnwaynes), Mr. Beat (Johnwaynes), Pedro Gonzaga (Estação da Luz) e Disconine. A nível internacional fazem parte artistas como Llorca, Alexkid, Makossa & Megablast, e Wagon Cookin.

Mas muitos foram também os artistas internacionais que pela mão da Stimpy chegaram ao público, tanto em Portugal como lá fora. “Já foram tantos em 10 anos, que é difícil recordar-me de todos”, mas vamos aqui referenciar alguns dos mais relevantes: Marshall Jefferson, Tiefschwarz, Metro Area, Hercules & Love Affair, Hot Chip, Sebo K, Martin Landsky, Dixon, Âme, Booka Shade, Nôze, entre outros.

Mas Rodrigo Pereira considera que “é com o projecto Johnwaynes que a agência dá o salto e há uma evolução do trabalho até à data desenvolvido”. Johnwaynes, constituído por Jepe e Mr. Beat, juntam-se em 2005 para remisturarem o tema «Celebrate» da banda pop Loto e desde então que se apresentam na música sempre sob o mesmo princípio: “produzir, promover e tocar música com substância”. Já com vários discos editados, ficaram conhecidos pelos rapazes que revolucionaram o «Libertago» (original de Astor Piazzola) chegando a atingir o número dois do top da Antena 3 e airplay de destaque na MTV Portugal. Uma dupla que é feita de de condimentos e especiarias diferentes, ziguezagueando entre o acid-house, house ou compostos mais orquestrais, com um desvio aqui e acolá para terrenos mais elegantes como o disco-funk e o boogie, onde revelam todas as suas influências, paixões e desejos.

É também com Johnwaynes que se abrem as portas para os famosos festivais de Verão, contanto com passagens pelo Sudoeste (2010), Vilar de Mouros, Super Bock Super Rock, No Way Festival (Áustria), Trop (Genebra), estes últimos ainda a acontecer este ano.

Depois de dez anos são muitas as memórias, as aventuras e desventuras, mas a Stimpy mantém-se fiel ao mesmo princípio desde sempre: representar e acreditar em projectos vibrantes, harmoniosos e coerentes, onde as barreiras do estilo são constantemente ultrapassadas, sempre sem tirar o pé da pista de dança.



Também poderás gostar


Pin It on Pinterest

Share This