Taylor Swift | “Red”

Taylor Swift | “Red”

Sweet Swift

Uma carinha bonita, uma voz enternecedora e um ar doce que se fazem acompanhar por acordes que guardam, com ternura, o cenário delicado e perfeito demais.

Taylor Swift podia continuar a ser assim mas, ao quarto registo de estúdio, a cantora prodígio substitui o tom de menina pelo ar de mulher e deixa-se levar pelos golpes de raiva contra ex-namorados, pela vontade de vingança contra quem lhe fez mal e por sentimentos de culpa em fases menos da sua vida.

A acompanhar, os tons que se ouvem são tudo menos melódicos. “Red” é uma nova assinatura, mas uma velha forma de nos dizer que veio para ficar. À electrónica, junta-se uma guitarra em contratempo e, à guitarra, a bateria, ajudando a compor canções com personalidade forte, como é o caso do single homónimo ou de «I Knew You Were Trouble».

Bem aceite pelo público e pela crítica, o novo trabalho da cantora norte-americana alcançou, no primeiro dia de vendas, a liderança do iTunes em diversos países, como os Estados Unidos (onde vendeu cerca de 160 mil cópias nas primeiras 24 horas) e no Brasil. O disco fechou a semana de lançamento com vendas de 1 milhão e 208 mil unidades, fazendo de Swift a primeira mulher da história a ter dois álbuns a vender mais de 1 milhão de cópias vendidas em tão pouco tempo.

Brilhante!



Também poderás gostar


Pin It on Pinterest

Share This