The Vicious Five @ ZDB

Dançar (e gritar, e saltar!) na corda bamba.

 “Vicious Five é o primeiro linguado atrás do Pavilhão C”, alerta Joaquim Albergaria, o vocalista, a determinada altura do concerto. Talvez seja, talvez não. Vicious Five ao vivo na ZDB foi, isso é certo, uma enorme festa, para os kids, para todos, alguns já não tão kids assim. A juventude eléctrica agradeceu, pulou, não tanto como o desejado, se calhar, mas ainda assim a bom nível.

Ouviram-se versões de Ramones (logo a abrir) e Beastie Boys – a tal ordem de festa, a luta pelo direito à dança, ao rock. Recuperaram-se pontuais temas do EP de estreia, mas o prato forte foi obviamente “Up on the Walls”, o disco de estreia mais incendiário da história recente da música nacional.

O mote base da noite foi, contudo, a apresentação do teledisco de «Bad Mirror», momento de animação em modo do it yourself que levou longos meses a concluir. Mas valeu, valeu. Depois, o concerto, ou como os Vicious Five estão cada vez mais fortes ao vivo, mais entregues à celebração pura da sua música, sem rodeios, de forma directa, descomprometida, brutalmente eficaz. Tocaram em casa, perante o seu público – a vitória era quase certa à partida, mas a banda transformou o desafio numa goleada a seu favor. 

No final, os kids foram convidados a levar para casa os frames (num muito jeitoso papel vegetal) utilizados para a gravação do teledisco. A recordação perfeita para guardar e relembrar no dia seguinte – o dia da ressaca pós-festa. 



Também poderás gostar


There are no comments

Add yours

Pin It on Pinterest

Share This