Them Flying Monkeys @ MUSICBOX (17.02.2017)

Them Flying Monkeys @ MUSICBOX (17.02.2017)

Foi como uma reunião de antigos alunos do liceu. Turma de 2014, ou equivalente. Da primeira fila até à porta, os amigos da banda povoavam o MusicBox na apresentação do álbum de estreia, cumprimentando-se com grande festa cada vez que encontravam mais uma cara conhecida. E eram tantas…

Este ambiente académico não podia vir mais a propósito, pois os Them Flying Monkeys estão a precisar de ser confrontados com muitas das angústias dos estudantes: precisam de ser testados, precisam de saber o que querem fazer da sua vida, quem são… Em suma, está a chegar a hora de se graduar.

Essa altura vai chegar naturalmente à medida que a banda for mostrando este seu “Golden Cap” a um público cada vez maior, e é um momento muito bem-vindo. Para já, a banda está ainda muito presa a uma mesma sonoridade na qual encontrou a sua zona de conforto. No entanto, enquanto aí estiverem abrigados, o resto de nós que estamos cá fora não conseguimos muito bem entender quem eles são, o que nos querem dizer e para onde vão. Enquanto público, entramos numa autêntica idade dos porquês, tentando entender que banda é esta e quais são as suas escolhas. Sente-se a falta de uma figura que actue como director criativo, obrigando os músicas a irem mais fundo e a questionarem-se a eles mesmos.

Uma das coisas maravilhosas de ser jovem e livre é poder experimentar vários caminhos, dar-se ao luxo da tentativa-erro, e esta banda acabou um pouco presa na sua procura por consistência. Talvez debaixo da pressão de editar um álbum completo? Talvez, é um momento “We’re not in Kansas anymore.”, sem dúvida, mas pedia mais expressão, mais variedade, mais esticar da corda. Por isso, aguardamos com curiosidade as próximas aventuras desta história. Que não sejam só sequelas.



Também poderás gostar


Pin It on Pinterest

Share This