Tiefschwarz

Mais um dj set explosivo agendado para Portugal. Dia 14 de Agosto no Cais ao Rio na Foz do Guadiana.

A dupla de djs alemã Tiefschwarz vir a Portugal já não é uma notícia que nos cause grande surpresa. Felizmente que o nosso país tem recebido com frequência a visita de um dos projectos mais interessantes da electrónica nacional. Desta vez a novidade é que Alexander Schwarz & Sebastian Schwarz têm um excelente novo disco, que provavelmente terá algum peso nas suas escolhas de dia 14 de Agosto no Algarve.

Embora o Algarve esteja sobrelotado de discotecas, são poucas as que têm uma programação “interessante”. Recentemente inaugurada, a Cais ao Rio parece fugir um pouco à banalidade das propostas das discotecas Algarvias. Instalada na Foz do Guadiana, em Vila Real de Santo António, a discoteca encontra-se um pouco na periferia da grande confusão de Albufeira, não só na localização, mas também na programação.

Em Verão inaugural, a discoteca apresenta uma programação eclética e que abrange todos os géneros da música de dança. As propostas de house e techno são as habituais (Dj Vibe, Luís Leite, Dj Jiggy) e pretendem chamar a atenção dos clientes habituais da noite algarvia. Para além do house repetitivo, a discoteca programou algumas actuações interessantes, como é o caso de Felix da Housecat (17 de Agosto), Adam Freeland & Dezperados (18 de Agosto) e os Tiefschwarz (dia 14 de Agosto).

”Eat books” é o nome do mais recente disco da dupla alemão. O disco está repleto de influências, de pormenores e de interesse. Para além do electro dominante ao longo do disco, existe a clara marca Kraftwerkiana presente em temas como “Far East” ou “Benedict”. As vocalizações do disco ficaram a cargo de prestigiados convidados, de onde se destaca a prestação de Matt Safer, vocalista dos The Rapture, em “Warning Siren”, o primeiro single a ser retirado e uma das músicas do ano.

Com praticamente 10 anos de estrada e milhares de actuações, os Tiefschwarz são um dos projectos mais requisitados para a criação de remisturas. Na sua longa lista de músicas remisturadas encontramos mais de 30 artistas, entre os quais os próprios The Rapture.

No seu set em Portugal são esperadas algumas dessas remisturas embora, devido às características do local e do ambiente, a noite possa ser dominada pelo deep house que caracterizou a dupla no início da sua existência.

Talvez esse seja o problema de alguns dos novos projectos ligados ao electro: em disco produzem faixas bastante interessantes, atrás dos pratos mostram-se monótonos e deixam-se influenciar pela facilidade de pegar numa audiência através do house.



Também poderás gostar


Pin It on Pinterest

Share This