PABH_header

“Tough Love” – Pulled Apart by Horses

Esta música pede regabofe, moche, copos, e suor.

Apesar de virem das Ilhas Britânicas, os Pulled Apart By Horses nada devem a Brit Pops nem a outros sub-géneros autistas com que os ingleses habitualmente se comprazem. As influências deste quarteto de Leeds encontram-se quase todas em terras americanas: o hardcore, o pós-hardcore, o dance-punk (filhos mais ou menos distantes da mesma família), e o grunge. (Se se escavar mais um bocadinho, ouvem-se uns ecos do metal e hard rock mais manhosos, os quais são, paradoxalmente, as únicas influências inglesas.) Alguns críticos incluem-nos numa nova vaga a que chamam neo-grunge, mas, tirando um ou outro apontamento (presentes em duas ou três canções), parece-me que não está aí a sua essência.

Quando se ouve “Tough Love”, a banda que vem logo à cabeça é Death From Above 1979 – como a dupla canadiana, os Pulled Apart By Horses procuram a rapidez e a excitação das músicas mais pesadas, acrescentando ao abanar da cabeça um movimento de anca e até um pezinho de dança. A seguir, surgem uns Les Savy Fav e uns Fucked Up, pela qualidade dos riffs e a estridência da voz (um falsetto gritado) e, principalmente, pela capacidade de fazerem música muito orelhuda.

Comprovado o bom gosto musical, resta perceber a necessidade da existência de uns Pulled Apart By Horses, uma vez que os que os influenciaram já fizeram isto tudo — revisitar o pós-hardcore e torná-lo pop — e melhor. Uma resposta possível seria “não há qualquer necessidade”. Outra, mais de acordo com a consciência de que a música popular sempre viveu da reciclagem (alguns diriam regurgitação) do passado: ao menos, “Tough Love” é rápido e vai directo ao assunto, não tem tempos mortos nem canções para encher, dá para dançar e gritar e pular (os concertos dos Pulled Apart By Horses devem ser divertidos) e jamais passaria naquelas festas caseirinhas para casais trintões regadas a vinho tinto, cuja banda sonora costuma ser aquela música quietinha e pomposa na qual ainda se força o termo indie. Esta música, ao invés, pede regabofe, moche, copos, e suor. O que é de louvar.



Também poderás gostar


Pin It on Pinterest

Share This