Tratado dos Anjos

O primeiro romance de Beatriz Pacheco Pereira.

Beatriz Pacheco Pereira, a directora do FantasPorto, lançou no passado dia 28 de Maio o seu primeiro romance, “Tratado dos Anjos”.

Segundo a autora de “Tratado dos Anjos”, depois de tantos acontecimentos que abalaram o mundo e que puseram a sociedade ocidental em choque com outros tipos de civilização, não nos resta o caminho da tolerância ou da intolerância, nem o diálogo ou o confronto. Resta, isso sim, questionar o que faz de nós humanos.

Questionar a humanidade em cada um de nós, quer seja através das instituições que nos regem, quer ao nível do relacionamento entre pessoas. A Condição Humana, já não através da precariedade das teias que nós próprios tecemos, mas através das que foram tecidas por outros, sem que tivéssemos dado o nosso acordo.

As dúvidas sobre a capacidade de mudar quem não pensa como nós e, sobretudo, como operar essa mudança, são neste momento o maior desafio à raça humana. Agitados por fenómenos como a demonstração de um poderio militar face a guerras feitas de pedras e sacrifícios humanos, os que nasceram já depois da Segunda Guerra Mundial sentem-se à beira de um precipício que os poderá levar, de um dia para o outro, para uma Terceira Guerra, uma guerra nova nas suas motivações e nas suas estratégias.

Destas preocupações saiu uma fábula entremeada de pequenos episódios, entre as relações de Deus, os Anjos e os Homens.

História de Amor, também, entre um Anjo e uma Mulher do Porto, que acaba junto às margens do Rio Douro. Histórias de anjos que viajam pelo mundo na maior das liberdades, matando e morrendo, sofrendo e alegrando-se, destruindo ou construindo, que tudo Deus lhes permite. Histórias também do passado recente, de Portugal, de um Ocidente à procura da compreensão do Oriente, do imaginário misturado com a realidade mais crua.

Beatriz Pacheco Pereira é licenciada em Filologia Germânica, crítica de cinema e fundadora do Fantasporto, tendo-se iniciado na ficção em 2003 com um livro de contos fantásticos, “As Fabulosas Histórias Dela” (ed. Ambar), cuja primeira edição esgotou.



Também poderás gostar


Pin It on Pinterest

Share This