rdb_8mm_header

VHS Memories #1 – “8MM”

De Joel Schumacher com Nicolas Cage e Joaquin Phoenix (1999)

O argumentista de “8mm” é Andrew Kevin Walker, o mesmo de “Seven”, um dos meus filmes preferidos de sempre. “8mm” foi provavelmente um dos muitos filmes que passaram pelas nossas mãos nos anos 90. A verdade é que pouco ou nada me recordava do mesmo, por isso decidi ver a obra completa.

Nicolas Cage está no papel principal, um actor que tem mais más prestações do que boas, mas que vive nesta época de 90 o auge da sua carreira. Aqui interpreta Tom Welles e faz de detective privado, mas daqueles que só investiga meros casos simples, com pouca forma e perigo, pelo menos até ao dia…

Contratado por uma viúva extremamente rica, dona de um grande património, Tom deixa-se envolver numa história perigosa, sádica e doentia. O objectivo é descobrir se o filme “snuff”, onde uma jovem é morta sem dó nem piedade, depois de actos de pornografia e sado-masoquismo, encontrado na bobine de 8mm, no cofre do falecido marido da viúva, é verdadeiro ou falso.

Com a ajuda de Max California, interpretado pelo grande Joaquin Phoenix, Tom parte em busca da verdade, procurando respostas que nunca chegam a ser dadas.

Neste filme vemos o que realmente acontece na nossa real sociedade. Aqui estão expostos os podres de pessoas mentalmente doentes, mundos bizarros do sado-masoquismo e fetiches perigosos e violentos.

Realizado por Joel Schumacher, que foi também responsável por filmes como “Phone Booth” e “The Phantom Of the Opera”, este “8mm” é muito mais pesado, forte, e certamente desaconselhável a algumas pessoas, devido ao seu conteúdo duro e realista. Toda a imagem geral do filme tem o preto como cor predominante, fazendo com que, à medida que a história se desenrola, o receio e a incerteza comecem a apoderar-se de nós.

Com um final longe de ser brilhante, é, porém, nesta altura que tiramos as conclusões mais assustadoras e cruéis. Nem sempre os assassinos precisam de ter um passado perturbador para fazerem todas as atrocidades que fazem, podem simplesmente ser pessoas normais, pessoas por quem passamos na rua e achamos até simpáticas e, isso sim, assusta qualquer um de nós.



Também poderás gostar


There are no comments

Add yours

Pin It on Pinterest

Share This