web-summit-2016

Web Summit 2016

De 7 a 10 de Novembro LIsboa recebe a maior conferência tecnológica do mundo. Nós vamos lá estar e iremos mostrar-vos "a nossa" Web Summit.

“É incrível que tenhamos atingido este número apenas seis anos depois de 400 pessoas terem estado na primeira Web Summit em Dublin”

Presidente executivo da Web Summit, Paddy Cosgrave.

Esgotado. Com todos os bilhetes vendidos, está tudo pronto para uma semana que promete ser muito importante para Portugal. A maior conferência tecnológica do mundo decorre este ano em Lisboa (e garantidamente até 2020) e a expectativa é enorme. Está preparada um enorme operação de logística na capital para receber as cerca de 72 mil pessoas que são esperadas entre participantes, empreendedores, ‘startups’, investidores de topo e jornalistas internacionais.

A Web Summit tem lugar no Parque das Nações na FIL e na Meo Arena, onde estará montado o principal palco da conferência com capacidade para 15 mil lugares sentados.

No total, a Web Summit espera que participem cerca de 72 mil pessoas entre empreendedores, ‘startups’, investidores de topo e jornalistas internacionais, que desde hoje começaram a chegar a Lisboa para aquela que é considerada a maior conferência global de tecnologia. Os hotéis estão esgotados de Lisboa até Sintra.

Para além das conferências “oficiais” serão organizados muitos eventos paralelos e o Bairro Alto e Cais do Sodré vão receber a Night Summit. Seria praticamente impossível referenciar tudo o que se vai passar nesta semana em Lisboa. Para quem vai estar na Web Summit o melhor mesmo é usar a App oficial e criar a vossa agenda. Nós iremos estar presentes e atualizar este artigo com imagens, textos e vídeos. Acompanhem o nosso Facebook, Twitter e Instagram.

7 de Novembro

O primeiro dia do evento é dedicado ao registo dos participantes. Às 18:00 será dado o pontapé de saída no Palco Principal no MEO Arena.

Welcome.. :) #zenfone #websummit2016

Uma foto publicada por Rua de baixo Webzine (@ruadebaixo) a

Sem fila e sem confusão. A organização promoveu o registo dos participantes directamente no aeroporto. Foi bastante rápido efetuar o registo.

Here we go :) #Zenfone3 #websummit2016

Uma foto publicada por Rua de baixo Webzine (@ruadebaixo) a

Todos os dias o Turismo de Portugal promove a Sunset Summit para convencer os milhares de visitantes a regressarem a Portugal :)

 

7 de Novembro 2016 – Opening Night

30729560212_356c6c9b20_z

30545070340_1f2baaae75_z

30851232055_faf9689d04_z

30215876073_d614780bb4_z

30763403541_82f796096b_z

 

8 de Novembro 2016 – Terça-Feira

O primeiro dia “a sério” da conferência ficou marcada pela verdadeira enchente que se registou no Parque das Nações e que se manifestou desde logo na afluência ao metropolitano e posteriormente na fila de entrada para o evento.

Chegar ao web summit não é fácil. #nofilter

Uma foto publicada por Rua de baixo Webzine (@ruadebaixo) a

 

Big big line. #websummit2016 #Zenfone3

Uma foto publicada por Rua de baixo Webzine (@ruadebaixo) a


State of the advertising nation

“Temos de ser mais criativos e mais exigentes com os nossos clientes se quisermos ultrapassar o problema dos Ad Blocks”

Maurice Levy
Chairman & CEO, Publicis Groupe

Building your brand in a mobile world

p_20161108_113815_vhdr_auto
“Zuckerberg tem uma ideia, o resto da equipa tem que se desenrascar”

“Qual o melhor local para gastar 1 dólar em publicidade fora do Facebook e Instagram? Depende!”

Gary Briggs
CMO, Facebook

Challenging the super clubs

ruicosta

Rui Costa
Board Member, SL Benfica

Domingos Oliveira
CEO, SL Benfica

Nuno Gomes
Director, SL Benfica

 

Virtual reality insanity

“A Apple vai lançar daqui a 11 meses um novo iPhone com funcionalidades de VR. Ainda hoje de manhã foi registada a patente”, Robert Scoble.

vr

Michael Buckwald
Co-Founder & CEO, Leap Motion

Phil Chen
Managing Partner, Presence Capital

Robert Scoble
Media, Scobleizer

Matt Vella
Assistant Managing Editor, TIME Magazine

 

Dia 9 de Novembro

“Hello my name is Sophia”

Um dos principais destaques do dia surgiu no palco principal na MEO Arena depois de almoço. Acompanhada do seu “criador” Ben Goertzel (cientista na Hanson Robotics e um geek “à antiga”, com cabelo comprido, hippie e a viver num mundo muito seu), surgiu a Sofia. A Sofia fala, sorri, mantém um conversa e tem opiniões. A Sofia é um robot e representa aquilo que, na opinião do seu criador, será uma normalidade daqui a 20 anos. “Iremos viver numa sociedade onde os robots irão estar entre nós e a Inteligência Artificial estará num estado muito avançado sendo possível substituir humanos por robots nas mais variadas áreas desde a educação à medicina”, disse Ben Goertzel perante uma plateia rendida às expressões de Sofia. No final foi ela própria que reivindicou direitos iguais para os robots. Será o inicio da Skynet? Só o futuro, não muito distante, o dirá.

Ben Goertzel da Hanson Robotics com Sophia - Web Summit 2016 #asusportugal #zenfone3

Ben Goertzel da Hanson Robotics com Sophia – Web Summit 2016 #asusportugal #zenfone3

God Complex

Os debates terão sido os momentos mais interessantes nos palcos da Web Summit. Foram promovidos diversos debates sobre os mais variados temas, desde o estado das publicações online vs as redes sociais e a tecnologia no trabalho Vs vida pessoal. No palco principal, Ryan Smith, CEO da Qualtrics e Dave McClure da 500 Startups debateram o estatuto de “Deus” que alguns líderes poderão (ou não) necessitar para que as empresas tenham sucesso. No final a conclusão foi relativamente unanime: não sendo necessário ser “Deus” é importante que o líder seja uma pessoa com a capacidade de tomar decisões vitais para o negócio mas que a opinião e o papel dos seus colaboradores é vital para o sucesso a longo prazo.

Ryan Smith, CEO da Qualtrics e Dave McClure da 500 Startups #asusportugal #zenfone3

Ryan Smith, CEO da Qualtrics e Dave McClure da 500 Startups #asusportugal #zenfone3

 

Público Centre Stage Web Summit 2016 #asusportugal #zenfone3

Público Centre Stage Web Summit 2016 #asusportugal #zenfone3

Love is in the air

A última conversa do dia era aguardada com alguma expectativa não fosse o Tinder uma das apps mais usadas em todo o mundo. Infelizmente a conversa foi muito direccionada para “a vida e obra” de Sean Rad e muito pouco sobre a tecnologia utilizada. Mesmo assim foi possível saber que o Tinder começou porque Sean era um jovem muito timido e não conseguia meter conversa com ninguém. Acabou também por revelar que muitas das pessoas que trabalham hoje na empresa foram recrutadas através de matchs efetuados na App e que frequentemente recebe convites para casamentos entre utilizadores. 

Sean Rad , Co-Founder & CEO, Tinder Web Summit 2016 #asusportugal #zenfone3

Sean Rad , Co-Founder & CEO, Tinder Web Summit 2016 #asusportugal #zenfone3

Dia 10 de Novembro 

“Geeks are Rockstars”, Gary Vaynerchuck.

Provavelmente o momento mais marcante de toda a Web Summit. Nasceu na União Soviética mas vive em Londres. É empreendedor, investidor, autor e uma vedeta da Internet devido à energia das suas conferências. Para além de tudo isso é um tipo com um enorme ego que o torna ainda numa personagem ainda mais especial.

Joseph Gordon-Levitt

Provavelmente uma das personalidades mais conhecidas do grande público devido ao seu trabalho como actor, Joseph Gordon-Levitt veio a Portugal para apresentar a sua plataforma hitRECord e para partilhar o modelo de negócio. A hitRECord é uma plataforma de partilha de de conteúdo onde cada contributo pode ser remisturado na construção de um novo conteúdo. Este processo é repetido até se chegar ao produto final que pode ser um filme, uma música ou um outro qualquer tipo de contéudo. A equipa da hitRECord tem depois a responsabilidade de filtrar as melhores produções e encontrar apoio financeiro para a sua distribuição num dos canais parceiros da plataforma. No final, todos aqueles que participaram de alguma forma na construção desse conteúdo ganham uma percentagem dos lucros obtidos. 

Joseph Gordon-Levitt - Websummit 2016 - hitRECord

Joseph Gordon-Levitt – Websummit 2016 – hitRECord (#asusportugal #Zenfone3)

 

Hyperloop One

Para o final da Web Summit ficou reservado aquele que é provavelmente, a par dos projetos de Robots/Inteligência Articial, o maior “moonshot” de todos. Para enquadrar melhor este projeto, vamos regressar a 2013 quando Elon Musk deu a conhecer ao mundo a sua ideia para o futuro dos transportes (mercadorias e passageiros).

Devido aos inumeros projectos em que está envolvido, Elon Musk decidiu “abrir” esta ideia a quem quisesse pegar na mesma e desenvolvê-la. Foi nessa altura que surgiu a Hyperloop One. Os co-fundadores Josh Giegel e Shervin Pishevar estiveram em palco e explicaram todo o conceito que continua a parecer completamente futurista. A verdade é que o futuro está mesmo quase a chegar. Já se encontra em construção uma primeira ligação nos Emiratos Árabes Unidos que promete ligar Dubai e Abu Dhabi em apenas 12 minutos (atualmente são necessárias 2 horas e meia de carro entre os dois emiratos).

No primeiro trimestre do próximo ano está agendado um grande teste para o deserto do Colorado e já foram estabelecidos acordos com outros países (Finlândia e Holanda) no desenvolvimento deste novo conceito de transporte que irá transformar para sempre a mobilidade dos seres humanos. Numa primeira fase a sua utilização será para o transporte de mercadorias, mas o grande objectivo será transportar passageiros e resolver o “problema da última milha”. Hoje em dia, mesmo utilizando transportes públicos, é sempre necessário fazer o trajecto até à estação e para isso é necessário algum veículo. Com o Hyperloop One será possível requisitar uma viagem que irá começar no local onde foi solicitada.

Devo confessar que fiquei muito impressionado com esta última conferência. Muito provavelmente esta será uma tecnologia que será utilizada pelos nossos filhos em Portugal mas claramente ainda iremos viajar bastante de Hyperloop um pouco por todo o mundo. Os impactos económicos e sociológicos desta alteração de paradigma, diminuindo de uma forma dramática o tempo de transporte, são muito dificeis de calcular, mas por exemplo se exitirem estações Hyperloop em vez de portos, será possível utilizar o terreno atualmente ocupado pelos portos para outras construções e gerar milhões e milhões de euros. Esta foi apenas um dos exemplos dados em palco pelos co-fundadores do projeto.

Josh Giegel e Shervin Pishevar Web Summir 2016 Press Conference

Josh Giegel e Shervin Pishevar Web Summir 2016 Press Conference (#asusportugal #zenfone3)

E ainda …

MERRYJANE.com and the massive economy of legal cannabis

MERRYJANE.com and the massive economy of legal cannabis (#asusportugal #zenfone3)

02

Open source: Powering a global economy – Web Summit 2016 (#asusportugal #zenfone3)

 

Leadership: You can't do it all - Web Summit 2016

Leadership: You can’t do it all – Web Summit 2016 (#asusportugal #zenfone3)

O balanço final da Web Summit é muito positivo. Tivémos oportunidade de assistir a excelentes conferências sobre uma enorme variedade de temas. As startups nacionais tiveram oportunidade de mostrar ao mundo o seu trabalho e conseguiram ser destacadas em algumas das maiores publicações mundiais. Faltou contudo alguma comunicação para evitar a confusão do primeiro dia (sessão de abertura) na MEO Arena. Esta conferência mostrou também de que forma a cultura geek tornou-se moda (iremos abordar o tema num outro artigo). Felizmente esta comunidade, na sua grande maioria, ainda não se tornou snob e elitista.

Para todos aqueles que neste momento estão na faculdade ou para aqueles que querem fazer algo de diferente na vida,  este é o momento de agarrar as oportunidades que estão a surgir.

No final da Web Summit toda a equipa subiu ao palco para festejar o sucesso da primeira edição em Lisboa. Para o ano temos mais.

#websummit2016 team. End of Show #Zenfone3 #asusportugal

Um vídeo publicado por Rua de baixo Webzine (@ruadebaixo) a



Também poderás gostar


Pin It on Pinterest

Share This