Web_Summit_2022_RDB_Graziela_Costa-47

Web Summit 2022

Do metaverso ao espaço. Quatro dias para compreender as tendências do futuro.

,

Mais de 70 mil pessoas estiveram presentes na edição de 2022 da Web Summit que decorreu de 1 a 4 de Novembro no Parque das Nações em Lisboa. Com mais um pavilhão, mais palcos e talks, a conferência manteve a sua identidade embora com um número reduzido de talks com um grande impacto ao contrário do que aconteceu noutras edições (Snowden, Al Gore). Do Metaverso ao espaço, os temas que passaram pelos palcos no Parque das Nações foram imensos e ficou mais uma vez demonstrada a existência de uma nova geração de empreendedores que, pese embora muitas criticas da opinião pública, aproveitam da melhor forma possível estas oportunidades para tentar realizar os seus sonhos.

Metaverso foi provavelmente o termo que mais se ouviu durante os 4 dias bem como tudo aquilo que lhe está associado, sejam criptomoedas, NFTs ou web3. Mesmo estando a passar por um “inverno rigoroso”, o interesse em temas relacionados com criptomoedas é enorme. Este ano, mais uma vez, existiu um palco dedicado a Crypto com uma programação de dois dias por onde passaram alguns nomes muito importantes do meio, desde o fundador da Cardano, passando pelos responsáveis da Opensea. De realçar ainda a presença no palco principal no dia de abertura de Changpeng Zhao, CEO da Binance, uma das personalidades mais importantes da indústria tecnologica e que em conferência de imprensa admitiu vir a fazer parte do board do Twitter se for convidado por Elon Musk.

Como tem sido hábito nos últimos anos, a Web Summit voltou a dar espaço aos whistleblowers. Mark MacGann, ex responsável pela Uber na Europa, contou porque razão decidiu no inicio deste ano denunciar as práticas da gigante norte-americana na manipulação de governos e responsáveis camarários para garantir a implementação do seu modelo de negócio em muitas cidades europeias. 


GALERIA



There are no comments

Add yours

Pin It on Pinterest

Share This